Menu
Justamente
Entrar Criar site

TikTok para advogados: o que é permitido?

Equipe Justamente 14/10/21

Com o avanço dos meios de comunicação, muitos advogados têm compartilhado conteúdos relevantes por meio das redes sociais, como Facebook, Instagram e até TikTok. Mas será que isso é permitido?

Em 2021, a Ordem dos Advogados do Brasil aprovou um novo provimento exclusivo sobre a publicidade e informação na advocacia – o Provimento 205/2021. O documento autoriza expressamente a utilização de meios virtuais para a divulgação do escritório, principalmente as redes sociais.

A partir disso, os profissionais jurídicos têm sinal verde para publicar posts em diversos formatos nas diferentes redes sociais, dando mais visibilidade para o seu escritório e fortalecendo a sua marca, tornando-se uma referência na área no meio digital.

No entanto, ainda há muitas dúvidas sobre o TikTok. Sendo uma plataforma cujo público é formado, em sua maioria, por jovens e adolescentes, os advogados podem não ter certeza sobre a utilização da rede.

Nesta matéria, saiba mais sobre o que é e como funciona o TikTok, e como ele pode ser (ou não) útil para os advogados.

O que é o TikTok?

O TikTok é uma rede social de vídeos curtos. Em 2020, ele foi o aplicativo mais baixado no mundo, chegando a ultrapassar o WhatsApp e o Facebook em número de downloads, de acordo com o site especializado App Annie.

Da mesma forma que a plataforma permite que o usuário veja vídeos um seguido do outro, também é possível interagir com outros usuários, curtindo, comentando e compartilhando, assim como em outras redes sociais.

O público que utiliza o TikTok é majoritariamente formado por jovens e adolescentes, chegando a 62%. Em contrapartida, 16,4% são pessoas entre os 30 e 39 anos de idade, 13,9% têm de 40 a 49 anos, e 7,1% são de pessoas com 50 anos ou mais. Os dados são da ComScore, empresa de análise de internet.

O TikTok é permitido para advogados?

Para respondermos a essa pergunta, cabe uma análise do Provimento 205/2021, que fala sobre a publicidade e informação na advocacia. O documento, em seu Anexo Único, autoriza expressamente a utilização das redes sociais pelo advogado, não mencionando nenhuma plataforma em especial.

Além disso, também não há nenhuma proibição direta ao TikTok, assim como a qualquer outra rede social.

Não apenas o provimento mencionado não regula essa utilização, como também o próprio Código de Ética e Disciplina da OAB não se refere à mídia digital como uma prática indevida.

Sendo assim, o TikTok pode, sim, ser utilizado por advogados como estratégia no marketing jurídico. Contudo, cabem algumas ressalvas.

De acordo com o provimento, a publicidade do advogado deve ser meramente informativa e educativa, buscando instruir o leitor sobre determinado tema. De modo algum, ela pode configurar captação de clientela ou mercantilização, ou estimular o litígio.

Ela deve, ainda, manter a discrição e sobriedade da advocacia, tanto no conteúdo da publicação quanto nas suas cores e formatos. Ou seja, não apenas o conteúdo deve ser relevante e verídico, quanto as cores utilizadas devem ser discretas, assim como os elementos do post.

Seguindo esses cuidados, não há barreiras para a utilização do TikTok pelos profissionais jurídicos. A plataforma em si não é o que exige mais cuidado, mas sim o conteúdo compartilhado por ela.

Como utilizar o TikTok no marketing jurídico?

O TikTok é uma plataforma de vídeos curtos. Diferente de outras redes sociais que permitem a publicação de conteúdos em formatos diferentes, por ele, apenas a publicação de vídeos é possível.

Os vídeos compartilhados devem ter de 15 a 60 segundos, e podem ter diversos recursos de edição, como filtros, cortes, alteração de velocidade, entre outras ferramentas.

A maior parte das pessoas que utilizam a plataforma é jovem. Além disso, o TikTok também é conhecido por ser mais divertido, com vídeos de humor e até “dancinhas”. Sendo assim, cabe ao advogado tomar os cuidados necessários para utilizar a rede social e manter a discrição e sobriedade da advocacia.

É preciso lembrar que todo o conteúdo compartilhado, seja no TikTok ou em qualquer outra rede social, deve ser informativo e educativo, e sem autopromoção, frases comparativas ou expressões que estimulem o litígio ou a contratação de um profissional jurídico.

Portanto, foque em vídeos que deixem seu público informado. Se você é um advogado trabalhista, por exemplo, você pode fazer vídeos curtos sobre os diversos aspectos da vida do trabalhador, como 13º salário, adicionais de insalubridade e periculosidade, férias, rescisão trabalhista, entre outros.

É importante, ainda, que você consiga entregar um conteúdo de qualidade, e não apenas um conteúdo qualquer. Para atrair clientes em potencial, é necessário oferecer informações que, além de fazerem sentido para a realidade do público, demonstrem que você é, de fato, uma referência na sua área.

Entregar este tipo de conteúdo em um curto espaço de tempo pode ser um desafio, mas não é impossível. Uma vez que o espaço para as legendas é limitado, a parte mais importante do que você quer passar ao seu público deve estar no próprio vídeo.

Neste caso, você até pode colocar textos pequenos nos vídeos, mas atente-se para não fazer algo com muitos elementos, deixando-o sobrecarregado e poluído.

Você também pode utilizar músicas nos vídeos, deixando-os mais dinâmicos. Porém, tome cuidado para não desrespeitar as normas da OAB e manter a discrição e sobriedade da sua profissão.

Por fim, é fundamental que os seus conteúdos transmitam confiança e credibilidade para o seu público. Não adianta investir em vídeos divertidos, se o seu público não entender que você realmente é um bom profissional, capaz de ajudá-lo na sua causa com seriedade e dando a importância necessária.

Quais cuidados são necessários no TikTok para advogados?

O primeiro cuidado que os advogados devem ter ao usar o TikTok para divulgação de seus escritórios é com o conteúdo. Lembre-se: os vídeos devem ter caráter educativo e informativo, sem configurar captação de clientela e a mercantilização da profissão.

É importante também que você saiba e respeite as normas do Código de Ética da OAB, assim como do Provimento 205/2021. Fazendo isso, você evita as punições da Ordem e faz a sua publicidade de maneira regular.

Abaixo, confira as principais proibições na publicidade jurídica:

Finalmente, é preciso saber se o seu público realmente está no TikTok. Você pode, sim, produzir vídeos curtos e até conquistar seguidores, mas o ideal é que o seu público-alvo esteja vendo esses conteúdos, e não qualquer pessoa. Analise cuidadosamente o perfil de seus clientes em potencial e procure saber se eles utilizam a plataforma, para, depois, investir tempo na rede.

Outras ferramentas para o marketing jurídico

Além do TikTok, o advogado também pode desenvolver o seu marketing jurídico em outras plataformas. Quanto maior for a sua presença online, melhor para você e seu escritório, pois as chances de contratação só aumentam.

É possível oferecer conteúdos nas redes sociais, como Facebook, Instagram e LinkedIn, e também no seu próprio site jurídico. A diferença, nesse caso, é que as publicações nas plataformas sociais tendem a ser mais concisas e menores, enquanto no blog do seu site você tem um espaço muito maior. Dessa forma, você pode entregar artigos mais completos.

Além disso, um site transmite mais credibilidade e profissionalismo ao escritório jurídico. Com uma página independente, o advogado tem mais valor agregado ao seu negócio, principalmente se ele aparecer nos primeiros resultados de busca no Google.

Normalmente, a criação de um site pode exigir muito tempo ou muito dinheiro. O desenvolvimento do zero pode ser bem trabalhoso, enquanto a contratação de profissionais para essa tarefa pode envolver um valor maior do que o esperado.

Sabendo disso, a Justamente permite que você crie o seu site de advogado em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar por isso.

A Justamente é uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados. Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, o que te permite ter uma página séria e profissional em pouco tempo.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento.

Feito isso, seu site estará pronto. Você terá um site responsivo, com ótima usabilidade e de acordo com as normas da OAB para divulgar aos seus clientes, amigos e familiares.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco! Ligue para (11) 96190-0210 ou escreva para [email protected]

Veja também!