Menu
Justamente
Entrar Criar site

Site para advogados: como melhorar a experiência do cliente?

Equipe Justamente 27/04/22

O site para advogados não precisa ser uma simples página online institucional, mas pode trazer informações de muito valor, como conteúdos informativos que ajudam e educam o seu público-alvo.

Usado desta forma, ele se torna uma estratégia do seu marketing digital jurídico e deve ser desenvolvido com o objetivo de atrair visitantes e leitores que sejam potenciais clientes. Sendo assim, é fundamental que o usuário tenha uma boa experiência na sua página.

Porém, como fazer isso? O que fazer em seu site jurídico para melhorar a experiência que seu cliente e visitante tem ao acessá-lo? Veja 8 dicas para fazer isso, melhorar os resultados do seu site e aumentar suas chances de conquistar mais clientes.

8 dicas para melhorar a experiência do cliente no site para advogados

1. Tenha um site responsivo

A responsividade é uma das principais coisas que deve estar presente no seu site. Além de fazer com que a experiência do seu cliente na sua página seja melhor, o fator também influencia na indexação e ranqueamento (isto é, reconhecimento e posicionamento da página) no Google e outros mecanismos de pesquisa.

Um site responsivo é aquele que se apresenta corretamente nas telas dos diferentes dispositivos. Acessando a página online pelo celular, computador ou tablet, o design não será prejudicado, nem os textos e imagens presentes, o que permite um bom acesso independente do dispositivo utilizado.

Quando um site não é responsivo, a experiência do seu usuário é afetada de modo negativo, o que pode influenciar a taxa de rejeição da página – com uma experiência ruim, o cliente desiste de visitar e acompanhar o site.

Saiba como ter um site responsivo nesta matéria.

2. Atente-se à velocidade do site

Outro fator que oferece melhor experiência aos visitantes e também influencia a indexação e o ranqueamento do site é a sua velocidade. Páginas que levam mais tempo para carregar e abrir tendem a não trazer bons resultados para o dono do site e seu negócio.

Pelo contrário: a lentidão só traz prejuízos, já que a taxa de rejeição pode aumentar (os usuários desistirão de visitar o site pelo tempo de carregamento) e o Google também não colocará a página entre os primeiros resultados, já que os usuários a acessam e logo desistem.

Neste caso, preste atenção às imagens que você pretende utilizar. Ilustrações muito pesadas afetam diretamente o carregamento do site. Antes de subir o arquivo para a página online, confira o seu tamanho e, se for preciso, comprima-o e deixe-o mais leve.

Você pode fazer isso utilizando aplicativos ou sites gratuitos que fazem este tipo de serviço sem comprometer a qualidade da imagem, como o TinyPNG.

Além do tamanho, o formato da ilustração também deve ser considerado. Os resultados tendem a ser melhores caso o upload do arquivo seja com ele já no formato em que será usado.

O redimensionamento da imagem pode ser feito no próprio Paint ou, ainda, na ferramenta gratuita da Adobe inclusa na Adobe Creative Cloud Express.

3. Aplique a sua identidade visual

O design de um site para advogados é fundamental, pois ele é um dos principais fatores que o visitante considera na sua primeira impressão da página. Além de ter um bom design, bem organizado e que siga as normas da Ordem dos Advogados do Brasil relativas à propaganda jurídica, é importante, ainda, que você mantenha um padrão.

Neste sentido, você pode aplicar a identidade visual do seu escritório em todo o seu site, padronizando as páginas, organizando o design e deixando o ambiente virtual mais atrativo para o seu público.

É interessante que as fontes usadas na página sejam as mesmas, tendo alteração somente entre títulos e parágrafos, se o advogado quiser.

Use também os mesmos tipos de traços, mesmo tipos de imagens (vetoriais, fotos, entre outros tipos), botões, entre outras formatações. Seu design deve estar de acordo entre si em todo o seu site, proporcionando harmonia e uma boa experiência visual.

4. Conheça o seu público-alvo

Além da responsividade, velocidade e design conforme a sua identidade visual, você precisa conhecer o seu público-alvo. Afinal, como proporcionar uma boa experiência para o seu público se você não o conhecer?

O seu público varia conforme a sua área de atuação. Caso você seja um advogado que atua no direito do consumidor, seu público pode ser bem variado, com consumidores de todos os tipos.

Já se você atua com direito do consumidor em casos específicos, seu público será menor, mais singular e não tão amplo. Pode haver uma delimitação maior de faixa etária, classe social, hábitos de consumo, formação educacional, sexo, entre outros dados.

Portanto, procure pensar como o seu público pensaria. Nesta matéria, você pode entender como criar uma persona para o seu marketing jurídico e, consequentemente, para o seu site.

É a partir da sua persona que você saberá as preferências do seu público e poderá ter mais certeza de como estruturar o seu site para proporcionar uma experiência melhor para os seus visitantes.

5. Organize as informações de modo intuitivo

Mais uma etapa importante na elaboração de um site para advogados e que, definitivamente, oferece uma boa experiência para os clientes e demais visitantes é organizar as informações de modo intuitivo.

Todas as informações presentes no seu site devem estar bem localizadas, de forma clara, sem causar dúvidas ou confusão para o visitante. Pelo contrário, os dados devem ser disponibilizados de modo a proporcionar uma boa navegação – uma visita sem dificuldades para encontrar determinado dado.

Na imagem abaixo, veja como todas as opções estão em um local de fácil acesso, de modo que o visitante as encontre sem dificuldades e veja as informações que procura.

site-siqueira-stablish

Além disso, deixe as demais informações organizadas. Não as deixe bagunçadas, mas sim cada uma em seu lugar, com alinhamento, buscando realmente a organização, como na imagem abaixo. Isso promove um visual melhor estruturado, ideal para a boa experiência do cliente com o seu site.

site-siqueira-stablish(2)

6. Ofereça um conteúdo escaneável

Oferecer conteúdos de valor no seu site é uma boa estratégia para atrair mais visitantes por meio do Google e demais buscadores. Porém, essa produção exige alguns cuidados que influenciam, novamente, tanto a experiência do cliente, quanto a sua indexação e ranqueamento nos mecanismos de pesquisa.

Um dos fatores presentes no marketing de conteúdo que melhora a experiência dos leitores é a escaneabilidade dos artigos. Um conteúdo escaneável é aquele que possui uma leitura dinâmica, cuja estruturação é ideal para quem não tem tempo suficiente para ler o texto por completo.

Assim, os pontos mais principais da matéria são realçados, chamando mais a atenção do leitor. Além disso, o artigo também é dividido em intertítulos para delimitar cada assunto mais específico.

conteudo-escaneavel

Na imagem acima, é possível ver a diferença entre um conteúdo escaneável e um que não é. O texto no lado direito facilita a leitura e a deixa mais dinâmica, já que os intertítulos separam todo o conteúdo em pequenas partes. Além disso, as partes mais importantes estão realçadas, permitindo que a essência da matéria seja compreendida rapidamente.

Nesta matéria, você encontra 7 dicas para aplicar no seu marketing de conteúdo e deixá-lo otimizado tanto para o Google, quanto para o seu público.

7. Responda as solicitações de contato

Algo que também afeta a experiência dos usuários e, principalmente, de quem se interessa pelos seus serviços é a sua resposta às solicitações de contato. Caso seu site tenha algum formulário pelo qual seus visitantes podem enviar mensagens a você, não as ignore e nem demore muito para respondê-las.

Ignorar as solicitações de contato pode significar a perda de um contrato que poderia ser fechado, e o atraso tem o mesmo efeito. Por isso, busque saber exatamente para onde vão as comunicações que você recebe, e, se possível, procure maneiras de ser notificado a cada novo contato.

Mesmo que você não consiga interromper sua rotina para responder todas as solicitações de contato assim que elas chegam, veja meios automáticos de avisar o potencial cliente que você já recebeu sua comunicação e que a responderá em determinado tempo útil.

Fazendo isso, os usuários saberão que podem utilizar o formulário disponível no seu site para entrar em contato com você e solicitar consultorias ou outros serviços jurídicos.

8. Peça somente os dados necessários em formulários

No site para advogados, os usuários podem encontrar formulários de contato, como falamos no tópico anterior, formulários de inscrição para newsletter, para download de materiais ricos, entre outros. Nestes formulários, é importante que você não peça muitos dados do visitante.

Existem alguns motivos para fazer isso. Um deles é que formulários muito grandes e que pedem dados que os visitantes não gostariam de informar acabam não dando bons resultados. Há a desistência e você não consegue os dados que gostaria, importantes para o seu marketing jurídico.

Outra razão é pela própria necessidade de coletar alguns dados. Existem informações do usuário que, realmente, são importantes para você, porém, há outras que são dispensáveis. O ideal é focar apenas nos dados que são necessários, como nome, e-mail e telefone.

Além disso, é preciso se lembrar da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), que regulamenta o tratamento que as empresas e órgãos públicos dão aos dados pessoais de seus clientes. Para evitar problemas, colete o menos possível, já que, assim, a responsabilidade de guardar os dados e protegê-los será menor.

Bônus: acompanhe os resultados

Por fim, uma dica bônus para melhorar a experiência de clientes e demais usuários no site para advogados é sempre acompanhar os resultados e o desempenho da página online.

Sabendo quanto tempo os visitantes permanecem em determinada página, taxas de permanência e rejeição e fatores que afetam o ranqueamento do seu site, você consegue identificar os erros e consertá-los para melhorar a experiência do seu cliente.

Uma das ferramentas que pode te ajudar nessa tarefa é o Google Analytics. Por ela, é possível monitorar o seu site, tendo informações relevantes sobre as visitas, tempo de permanência, taxa de rejeição, entre outras.

Outra plataforma útil e que também é do Google é o Google Search Console, que te ajuda a acompanhar a sua presença na página de resultados do buscador. Com ela, você sabe quais problemas estão impactando seu ranqueamento, assim como informações sobre o tráfego e link de terceiros que levam para a sua página.

As duas ferramentas indicadas são gratuitas, diferente do SEMrush, outra plataforma que também pode te ajudar a fazer a auditoria do seu site e verificar e corrigir os problemas existentes.

O SEMrush identifica possíveis erros no site para advogados, analisando a velocidade da página, sua rastreabilidade, links quebrados, entre outras coisas. Além disso, a plataforma ainda avalia os conteúdos que você oferece em seu site, analisando o comportamento do usuário em cada artigo.

Como ter um site profissional para advogados?

Para que seus clientes e demais visitantes tenham uma boa experiência no site do seu escritório, é preciso ter alguns cuidados, como os mencionados nesta matéria. Com um site profissional e que demonstre o seu profissionalismo e credibilidade como advogado, seus resultados só tendem a crescer.

Apesar disso, investir em todas essas mudanças pode ser um pouco complicado. Organizar e posicionar as informações na página, assim como aplicar toda a sua identidade visual, pode levar tempo.

Com a Justamente, você cria um site totalmente profissional em menos de 5 minutos e, o melhor, não paga nada por isso. Somos uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados.

Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, além de serem responsivos, com bom layout (que pode ser alterado a qualquer momento), e contêm um formulário de contato, garantindo total profissionalismo à página criada.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento. Veja um passo a passo detalhado deste processo nesta matéria!

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!