Menu
Justamente
Entrar Criar site

SEO para advogados: 10 dicas para aparecer na primeira página do Google

Equipe Justamente 20/12/21

Ao criar um site para o seu escritório, é normal que você queira que ele apareça rapidamente no Google, de preferência na primeira posição diante das pesquisas. No entanto, para que isso aconteça, é preciso desenvolver o SEO para advogados.

A sigla SEO significa Search Engine Optimization, que em português quer dizer Otimização para Mecanismos de Busca. Na prática, são estratégias que melhoram o desempenho do seu site, exatamente para que ele seja reconhecido pelo Google e demais motores de pesquisa e bem rankeado – isto é, posicionado.

Essas estratégias podem ser divididas entre as que você aplica diretamente no seu site, nos conteúdos produzidos e presentes na sua página online, e, ainda, técnicas a serem usadas fora do seu site, mas que o impactam. Confira!

O que é SEO?

SEO é o conjunto de técnicas que fazem com que o seu site seja otimizado, para que os mecanismos de busca, como o Google, Bing, Yahoo! e outros, o reconheçam e o incluam em suas páginas de resultados.

Além disso, um site bem otimizado com essas técnicas não é apenas reconhecido, mas pode conquistar uma posição de destaque, o que traz muito mais visibilidade à página e pode aumentar consideravelmente o seu tráfego (acessos).

As técnicas de SEO podem ser categorizadas entre SEO on page e SEO off page. A primeira categoria envolve estratégias que são aplicadas no seu próprio site, como otimização das imagens, definição de title tag e meta descrição, URL amigável, linkagem interna e externa, marketing de conteúdo, entre outras.

Já o SEO off page compreende as técnicas que são utilizadas fora do seu site, como link building, presença em redes sociais, menções à marca e outras estratégias.

Por que usar SEO para advogados?

Tanto para advogados, quanto para outros profissionais, o SEO é fundamental para que os resultados do seu site sejam favoráveis. Ao investir em um site jurídico, o ideal é que ele não seja apenas uma página para ser acessada por quem já conhece o seu escritório, mas sim para atrair mais clientes.

Aplicando as técnicas de SEO para advogados, o seu site ganha cada vez mais destaque nos buscadores, atraindo a atenção do público-alvo e tendo mais chances de fechar uma contratação.

São essas estratégias que dão mais evidência ao seu site, colocando-o nas primeiras posições a partir de pesquisas relacionadas às suas áreas de atuação e serviços prestados. Assim, quanto mais visibilidade o seu site tiver, mais conhecido será o seu escritório, o que só colabora para a sua autoridade e crescimento.

Entendendo a importância do SEO para o seu site jurídico, confira 10 dicas para colocar em prática.

10 dicas de SEO para advogados

A seguir, veja 10 dicas de SEO para advogados para alavancar os resultados do seu site e, consequentemente, do seu escritório.

1. Utilize as palavras-chave corretamente

O uso das palavras-chave na sua produção de conteúdo é primordial. Porém, elas devem ser usadas corretamente, caso contrário podem não trazer o resultado esperado, ou até mesmo fazer com que você perca posições ao invés de ganhar.

O primeiro passo para ter sucesso com as palavras-chave é pesquisá-las, saber quais são os termos mais buscados de acordo com os conteúdos que têm a ver com o seu escritório e público-alvo, e saber, também, quais são as principais expressões relacionadas e variações da palavra-chave.

Para fazer essa pesquisa, você pode utilizar ferramentas pagas ou gratuitas, como o Google Keyword Planner. Por ele, você sabe quais são os termos de maior volume associados à sua área de atuação, assim como sinônimos e outras expressões semelhantes.

Com a palavra-chave definida, produza o seu conteúdo focado e em torno dela – tanto textos para o blog, quanto textos para qualquer página do seu site. Mencione-a sempre que necessário, principalmente no título e intertítulos.

Porém, fique atento: o uso exagerado do termo pode prejudicar o seu texto. Além de deixá-lo artificial e atrapalhar a leitura, isso também pode mostrar para o Google que você está usando a palavra-chave em excesso, numa tentativa de manipular os resultados.

Não esqueça, ainda, de usar as variações da palavra-chave. Isso te ajuda a não deixar o texto sobrecarregado e, também, a fazer com que sua matéria seja reconhecida em buscas que usam as variações.

2. Produza um conteúdo rico

Ao produzir o seu conteúdo em torno da palavra-chave, é importante que ele seja autêntico, original e relevante para o seu público-alvo. Não escreva só por escrever, mas sim para auxiliar o seu leitor em um possível problema.

Neste caso, tenha em mente que você está “falando” com um cliente em potencial, ou seja, um leigo. Por isso, não use jargões jurídicos. Deixe de lado o juridiquês e fale a língua do seu público. Se precisar usar algum termo mais técnico, não deixe de explicá-lo.

Além de escrever algo que faça sentido para o seu potencial cliente – ou seja, sobre um assunto que seja do interesse dele, mas relacionado aos serviços do seu escritório -, procure, também, ter um conteúdo original e completo.

Seja autêntico. Por mais que você encontre textos de concorrentes sobre um assunto importante para você abordar, use-o como inspiração, mas nunca o copie. O plágio é outro fator que pode prejudicar o desempenho do seu site no Google, além de fazer com que você perca a sua credibilidade.

Além disso, produza conteúdos completos, buscando tirar todas as dúvidas do seu leitor sobre determinado tema. Não entregue um material superficial, com informações rasas, mas sim algo que realmente faça a diferença para o seu público.

Mais uma dica sobre a produção de conteúdo é estruturá-lo de uma forma que facilite a leitura. O chamado “conteúdo escaneável” é importante para proporcionar uma leitura mais dinâmica, principalmente para quem não tem muito tempo para ler todo o texto.

Entre os fatores que podem deixar o seu conteúdo escaneável, podemos destacar:

Fazendo isso, sua credibilidade e autoridade na internet só tendem a crescer.

3. Seja frequente

Mais um ponto que faz diferença no SEO para advogados é a frequência na produção de conteúdo para o blog. Não é preciso subir matérias todos os dias, porém, é interessante que você seja constante.

A frequência necessária não precisa ser alta e nem exata. Você pode compartilhar um ou dois posts por semana, ou até um número por mês. Aqui, o mais importante não é a quantidade, mas sim a constância.

No entanto, é fundamental que você não sacrifique a qualidade dos seus conteúdos pela frequência. É bom ter um alto número de posts – afinal, quanto mais você tiver, maiores são as chances de rankear -, mas eles devem ser de qualidade. Caso contrário, você pode se frustrar com os resultados.

4. Tenha URLs amigáveis

Ter uma URL amigável significa ter o endereço do seu site fácil de ser entendido e memorizado. Normalmente, elas são curtas e contêm palavras relacionadas ao conteúdo da página.

URLs com números e outros símbolos costumam ser mais complicadas, o que pode atrapalhar no posicionamento do seu site e, ainda, não permitir que um visitante lembre-se dela com facilidade.

Portanto, busque sempre personalizar as URLs do seu site, deixando-as curtas, com a palavra-chave e de fácil compreensão.

5. Conheça os seus concorrentes

Uma dica muito valiosa para desenvolver um bom SEO para advogados é conhecer os seus concorrentes. É muito provável que existam outros escritórios que atuam na mesma área que você, e que prestam os mesmos serviços que você, da mesma forma que é possível que eles também tenham um site e um blog com conteúdos relevantes.

Sendo assim, faça uma análise do que existe nos conteúdos concorrentes, e o que você pode ou não incluir no seu – preservando, sempre, a sua autenticidade, ficando longe de cópias.

Principalmente se você fizer uma busca no Google (em aba anônima, para evitar que as suas preferências no navegador influenciem no resultado) e encontrar o conteúdo de um colega de profissão entre as primeiras posições, confira a matéria e veja quais foram as estratégias de SEO utilizadas.

Vale a pena, também, investir em conteúdos que ainda não foram abordados por outros escritórios. Assim, fica mais fácil para a sua matéria ser bem rankeada.

6. Defina o title tag e a meta descrição

Title tag e meta descrição são elementos dos seus conteúdos que aparecem diretamente nas páginas de resultados dos buscadores. Eles têm poder de influência e devem ser persuasivos, devendo convencer o leitor a clicar no link da sua página e visitar o seu site.

O title tag é o título do seu conteúdo. Se for uma landing page (uma página extra do seu site), ela pode ser o título da página, assim como se for um artigo do blog, pode ser o título da matéria.

A diferença é que, enquanto os títulos presentes no seu site podem ser maiores e mais explicativos, o title tag deve ser mais conciso, menor e atrativo, além de conter a palavra-chave.

A meta descrição, por sua vez, aparece abaixo do title tag, servindo como um pequeno resumo do conteúdo da página. Ela pode ser mais extensa que o title tag, atrativa e deve conter a palavra-chave.

title-tag-meta-descricao-justamente
Passe o mouse sobre a imagem para ampliá-la.

7. Use imagens otimizadas

Usar imagens otimizadas pode influenciar muito no desempenho do seu site, deixando-o com um carregamento mais rápido e fazendo com que o Google reconheça as figuras a partir de uma pesquisa.

A primeira coisa que merece a sua atenção quanto às imagens é o tamanho delas. Imagens muito grandes e pesadas podem deixar seu site lento, o que acaba impactando na taxa de rejeição e, consequentemente, no seu rankeamento.

Procure compactar as ilustrações e manter a sua qualidade. Para isso, é possível utilizar sites e aplicativos que fazem esse tipo de serviço, como o TinyPNG.

Observe também o formato da imagem. Se você pretende usá-la em um formato menor do que ela está, faça o redimensionamento. É possível fazer isso no próprio Paint ou em uma ferramenta gratuita da Adobe.

Por fim, é fundamental que você permita que suas imagens sejam reconhecidas pelo Google. Defina o nome da imagem antes mesmo de subi-la para o site. Nos seus arquivos no computador ou celular, renomeie a ilustração de acordo com os elementos da própria imagem ou com o título da sua matéria.

Ao subi-la no site, informe o texto alternativo. Ele é essencial para que o Google entenda o tema da imagem, além de oferecer uma experiência melhor para deficientes visuais, já que o leitor de tela fará a leitura desse texto.

8. Faça linkagem interna e externa

Os links são outro recurso que, além de enriquecerem o seu texto, também influenciam no SEO para advogados. Neste caso, é possível utilizar links internos e externos.

No seu blog jurídico, você pode ter diferentes artigos, sobre diferentes assuntos. Apesar disso, você pode fazer a simples menção de um artigo em outro e, assim, fazer a linkagem.

É uma boa estratégia, pois permite que o visitante conheça outras páginas do seu site e, ainda, ajuda o Google a entender melhor sua página e a encontrar outros conteúdos.

Os links externos, por sua vez, podem dar mais credibilidade à sua matéria, principalmente se forem de fontes oficiais.

Mais uma estratégia relacionada a links é o link building. Ele consiste em conseguir backlinks, ou seja, links de outros sites e plataformas que levam para o seu site.

Fazer isso pode ser um pouco mais complicado do que mexer na sua própria página, já que depende de outras pessoas. Porém, não é impossível.

Uma das formas de construir sua rede de links é fazendo guest posts. Trata-se de um artigo de sua autoria no site de outra pessoa, que pode ser um colega de profissão, por exemplo. É possível fazer indicações mútuas, ajudando ambos profissionais.

Outra maneira de conseguir um backlink é tendo um conteúdo rico e completo. Ao ter seu material reconhecido por terceiros, as indicações podem acontecer sem que você tenha que fazer alguma coisa para isso.

Por fim, é importante ressaltar que o Google sabe quando uma indicação é verdadeira ou falsa. Sendo assim, não tente manipular isso, pois o resultado pode ser pior do que apenas não subir de posição.

10. Tenha um site responsivo

A nossa última dica para ter sucesso com o seu site jurídico é permitir que seus visitantes tenham uma boa experiência com a sua página independente do dispositivo utilizado para isso. A responsividade do site é o fator que possibilita isso, adequando a página ao dispositivo utilizado, seja um computador ou um smartphone.

Em um site responsivo, o conteúdo não fica distorcido. Pelo contrário: se adapta corretamente ao tamanho da tela, possibilitando uma boa visualização e leitura em qualquer um dos aparelhos.

Além de garantir uma experiência melhor para o seu visitante, isso também influencia no SEO do seu site, ajudando-o a ganhar mais posições.

Em quanto tempo verei os resultados das técnicas de SEO?

Ao colocar um site no ar, é normal que os robôs do Google levem um tempo para reconhecê-lo. Por isso, não se desespere se o seu site recém-criado ainda não estiver nas páginas de resultados dos buscadores.

As técnicas de SEO para advogados servem exatamente para que o seu site fique otimizado e seja reconhecido mais rapidamente. Porém, depois de colocá-las em prática, é necessário esperar.

Normalmente, a indexação de um site ou página leva uma semana, em média. Além disso, é preciso considerar que há outras páginas já bem posicionadas. Neste caso, o Google deve julgar o seu conteúdo melhor que os demais, e as suas técnicas de SEO devem ter sido utilizadas corretamente.

Ainda não tem um site para o seu escritório de advocacia?

Criar um site pode exigir muito tempo e trabalho, ou muito dinheiro. Por isso, alguns advogados podem ver a tarefa como um desafio. Sabendo disso, a Justamente permite que você crie o seu site jurídico profissional em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar nada por isso.

Somos uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados. Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, garantindo total profissionalismo à página criada.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento. Veja um passo a passo detalhado deste processo nesta matéria!

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!