Menu
Justamente
Entrar Criar site

Qual a importância do marketing de conteúdo na advocacia?

Equipe Justamente 04/03/22

O marketing de conteúdo na advocacia é fundamental para destacar o seu escritório na internet. Por isso, ele deve integrar suas ações de publicidade jurídica.

A produção de conteúdo tem o objetivo de aproximar interessados aos seus serviços jurídicos. De acordo com pesquisas no Google e a navegação nas redes sociais, os usuários podem encontrar as publicações do seu escritório.

Entretanto, os conteúdos desenvolvidos precisam estar otimizados para que você tenha maiores chances de ser notado. Quer entender por quais motivos você deve trabalhar com o marketing de conteúdo? Confira!

Por que investir no marketing de conteúdo na advocacia?

Assim como em outras empresas, o marketing de conteúdo pode ampliar a presença do seu escritório de advocacia em páginas de busca, como o Google.

Nas redes sociais, você também pode publicar conteúdos sobre a sua área de atuação e atrair leitores. Desse modo, eles conseguem interagir e proporcionar engajamento para a página, por meio de curtidas e comentários.

Veja abaixo outras razões para aplicar o marketing de conteúdo em seu escritório de advocacia.

1. Proporcionar conteúdo rico sobre a área de atuação

As pessoas buscam informações úteis para esclarecer dúvidas ou conhecer mais sobre determinado assunto. Nesse sentido, o marketing de conteúdo é uma forma de organizar os dados e desenvolver publicações que respondam a questionamentos.

No site do escritório, por exemplo, os assuntos podem ser abordados em artigos. Para isso, você deve reunir os conhecimentos sobre a área e fazer outras pesquisas para enriquecer ainda mais a publicação.

Nas redes sociais, por outro lado, você deve desenvolver legendas curtas e ilustrações que ajudem a explicar o tema. Além disso, é possível criar vídeos que tragam maiores informações e exemplos.

Quando for desenvolver as publicações, sempre recorra a sites seguros e órgãos oficiais para criar conteúdos ricos. Lembre-se também das regras para desenvolver ações de marketing jurídico presentes no Provimento 205/2021.

2. Baixos custos para o escritório

O marketing de conteúdo é um dos pilares do Inbound Marketing. Para desenvolvê-lo, você não terá altos custos e pode conseguir uma boa visibilidade online para o escritório.

Para começar, o uso das redes sociais é gratuito. Ou seja, você tem acesso aos recursos básicos de edição e poderá publicar os seus conteúdos de forma autônoma.

Em seu site jurídico, você pode abrir um blog e publicar artigos de forma regular. Por isso, é necessário contratar um domínio que permita a implementação da página para inserir os artigos.

Mesmo que os custos sejam baixos quando comparados a outras ações, o marketing de conteúdo precisa ser planejado. Desse modo, o desenvolvimento de um calendário de publicações regulares é um caminho para fortalecer suas estratégias.

Dica! Na Justamente, você consegue criar um site com blog e publicar artigos ilimitados no plano JusPremium. Saiba mais!

3. Ampliar a popularidade e autoridade do escritório

Com a publicação de conteúdos ricos, os leitores costumam interagir e gerar engajamento, seja no site ou nas redes sociais. Assim, o escritório tem maiores chances de obter visibilidade online.

Conforme o blog e os posts nas mídias sociais forem obtendo um engajamento maior, o escritório pode se tornar uma autoridade sobre a área de atuação. Assim, o público que precisa de ajuda pesquisará sobre o seu escritório.

No marketing jurídico, os advogados devem desenvolver apenas conteúdos que informem e eduquem os leitores. Ou seja, é proibido inserir frases chamativas, que representem a mercantilização da advocacia ou captação de clientes.

Nesse sentido, cabe aos advogados investirem em bons textos e materiais ilustrativos para que o público possa aprender mais sobre a área de atuação do escritório.

4. Aumento no número de clientes

Com a popularidade do escritório por meio dos conteúdos, as pessoas podem buscar os seus serviços jurídicos. Assim, você tem maiores chances de conseguir clientes pelos canais digitais.

Por isso, o marketing de conteúdo na advocacia é uma etapa fundamental, ainda mais nos passos iniciais do escritório. As publicações serão a porta de entrada para que os leitores conheçam o escritório.

Os conteúdos publicados no blog e nas redes sociais devem ter caráter informativo e educativo. Então, sempre atualize o endereço do site nos perfis e os números para contato. Desse modo, os interessados terão como falar com o escritório.

De acordo com o desempenho dos conteúdos nos canais, aprimore a produção de conteúdo para que os resultados sejam maiores com o tempo.

Como desenvolver o marketing de conteúdo na advocacia?

Para desenvolver o marketing de conteúdo, é necessário seguir alguns passos importantes. Assim, sua estratégia terá melhores resultados. Mas como começar o desenvolvimento de artigos e posts?

Separamos alguns passos para que você consiga elaborar as primeiras ações de marketing de conteúdo. Confira!

1. Pesquise sobre temas relevantes e sazonais

Antes de iniciar a produção dos conteúdos para o blog e redes sociais, você deve pesquisar assuntos que sejam relevantes dentro da sua área de atuação.

O objetivo dos conteúdos é explicar os temas a fundo para que os leitores consigam entendê-los de forma completa. Por isso, as pesquisas são fundamentais para validar as informações reunidas.

Além disso, você também deve considerar datas comemorativas que podem ser o tema de publicações. Afinal, é possível relacioná-las a partir das áreas de atuação do escritório.

Outra alternativa é observar temas sazonais que sejam relevantes para o público. Se você trabalhar com Direito Trabalhista, por exemplo, pode esclarecer pontos do décimo terceiro salário dos funcionários.

2. Não esqueça de usar palavras-chave e hashtags

Para artigos que serão publicados no blog, é essencial que a pesquisa de palavras-chave seja feita. Desse modo, você pode ter uma ideia sobre quais assuntos podem proporcionar maior visibilidade para o artigo em motores de busca.

A pesquisa de palavras-chave para o marketing de conteúdo é feita com ferramentas específicas. As principais são o SEMrush e o Google Keyword Planner. Além disso, elas também podem ser úteis para desenvolver conteúdos patrocinados.

Nas redes sociais, as hashtags são elementos indispensáveis para divulgar conteúdos. De acordo com o assunto abordado, coloque alguns termos sinalizados com ‘#’ para que o público consiga localizá-lo.

Importante! Não exagere na quantidade de palavras-chave e hashtags dentro dos posts. Isso pode prejudicar o desempenho do conteúdo. Por isso, use os termos de forma equilibrada.

3. Considere a persona que pretende atingir com os conteúdos

A comunicação presente no marketing de conteúdo deve considerar a persona desenvolvida pelo escritório. Então, o especialista que desenvolve as legendas e artes precisa seguir as definições do personagem fictício.

A persona representa o cliente ideal do escritório. Sendo assim, os materiais desenvolvidos precisam chegar com clareza para que ele entenda e continue acompanhando os conteúdos do escritório.

4. Faça um planejamento de publicações

Como já dissemos, o marketing de conteúdo requer planejamento. Por isso, a criação de um plano para as publicações é indispensável, ainda mais nas redes sociais.

Para as mídias sociais, a organização pode ser feita com um calendário editorial. Assim, você pode programar posts semanais e manter uma atividade regular dentro dos sites.

Dependendo do formato do calendário, é possível incluir informações relacionadas ao engajamento da página para aprimorar a estratégia de conteúdo.

5. Monitore os resultados dos conteúdos

Após a publicação dos posts, você deve acompanhar o desempenho dos resultados obtidos. A partir deles, será possível identificar quais conteúdos tiveram maior engajamento.

Com base nos resultados, você também pode alterar a estratégia de conteúdos para que ela traga os melhores índices no futuro.

Se você tiver um desempenho melhor com vídeos, por exemplo, inclua a produção de materiais audiovisuais ao planejamento. A regra vale também para outros tipos de conteúdo.

Crie um site jurídico para as ações de marketing de conteúdo!

Ter um blog é fundamental para as estratégias de marketing de conteúdo. Por isso, você deve incluir o espaço para publicar artigos no site do seu escritório.

Na Justamente, você consegue criar um site com um espaço para divulgar artigos sobre sua área de atuação. Assinando o JusPremium, publique textos ilimitados que ajudem a ampliar sua presença online.

A plataforma da Justamente foi desenvolvida por advogados para advogados. Em menos de 5 minutos, você tem um site para apresentar os serviços jurídicos na internet.

Para começar, faça um cadastro com e-mail e senha. Em seguida, responda algumas perguntas sobre o escritório e, por fim, escolha o tema e cores para o seu site. Veja o processo completo.

Em caso de dúvidas, nossos especialistas estão prontos para te ajudar. Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!