Menu
Justamente
Entrar Criar site

Palavras-chave para marketing jurídico: onde pesquisar?

Equipe Justamente 23/12/21

As estratégias de marketing jurídico digital precisam seguir algumas etapas cruciais para que empresas de advocacia tenham visibilidade na internet. Por isso, os conteúdos e materiais publicitários são feitos com base em palavras-chave, principalmente para terem chances de ranquear em boas posições no Google.

As palavras-chave consistem nos termos pesquisados por usuários na internet. Você já deve ter tido dúvidas sobre um determinado assunto e, em seguida, buscado no Google, certo? O mecanismo de busca trará as páginas que possuem relação com a palavra pesquisada ou opções semelhantes.

Logo, a pesquisa de palavras-chave para a produção de artigos e conteúdos publicitários é uma etapa essencial para as estratégias de marketing jurídico. Quer saber onde pesquisar as palavras-chave? Conheça abaixo as principais ferramentas!

Onde pesquisar palavras-chave para marketing digital jurídico?

Antes de apresentar os sites para encontrar as palavras-chave, iremos explicar um pouco mais sobre a importância de escolher os termos corretos e colocá-los em seus conteúdos.

As palavras-chave, junto com as demais estratégias de SEO (Search Engine Optimization), são fundamentais para ter visibilidade em motores de busca. Mas não basta apenas escolher termos aleatórios, produzir conteúdos com base neles e torcer para que os resultados sejam os melhores.

Hoje, os sites que desejam ter uma boa visibilidade na internet precisam fazer pesquisas extensas e aprofundadas sobre as palavras. A partir disso, desenvolver conteúdos ricos e otimizados.

Para sites de escritórios de advocacia, os artigos precisam trazer palavras-chave com bons volumes de busca, mas também textos que eduquem e informem os leitores. Essas são as regras presentes no Provimento 205/2021 da Ordem dos Advogados do Brasil.

Veja abaixo os sites para localizar as palavras-chave e incluí-las nos conteúdos.

1. SemRush

O SemRush é a ferramenta com maior popularidade quando falamos sobre buscas de palavras-chave. Isso porque, a plataforma não só monitora o volume de busca dos termos, como também o desempenho de páginas com relação às otimizações de SEO.

Sobre a pesquisa de palavras-chave, o SemRush traz diversas informações referentes à palavra-chave, como tráfego orgânico, intenção e dificuldade do termo, custo médio por clique (CPC) e níveis de competição com sites concorrentes.

A plataforma também contribui para o desenvolvimento de estratégias de SEO, com a análise de palavras escolhidas por você para desenvolver conteúdos e acompanhar o crescimento do site com relação a elas.

Está com dúvidas sobre quais termos utilizar em um artigo que será publicado no blog do seu site jurídico? Você pode pesquisá-lo dentro do SemRush e observar qual a melhor maneira de utilizá-lo para ter um maior número de acessos.

Os serviços do SemRush custam a partir de R$119,95 por mês. Confira a tela da plataforma abaixo:

2. Google Keyword Planner

Esta plataforma do Google é uma alternativa para planejar as palavras-chave relacionadas a anúncios. Assim, conforme os usuários procurem um serviço oferecido pelo seu escritório, eles consigam localizar o seu site por meio do conteúdo patrocinado.

O Google Keyword Planner funciona com a ativação do Google Ads, a ferramenta de anúncios da empresa. O planejador de palavras-chave, como a solução também é conhecida, ajuda você a localizar os termos relevantes para os serviços do seu escritório de advocacia.

De acordo com as pesquisas de palavras-chave no Keyword Planner, os seus anúncios podem ter um desempenho melhor. Você pode excluir alguns termos e incluir outros para otimizar a campanha enquanto ela estiver ativa.

Os custos com o Google Keyword Planner vão depender do orçamento disponível por você para investir em publicidade online pelo Google Ads. Além disso, os valores também oscilam de acordo com as interações feitas por usuários com os anúncios. Veja a tela do Google Keyword Planner:

Imagem: Hotmart

3. Ubersuggest (Neil Patel)

O Ubersuggest é uma ferramenta semelhante ao SemRush, mas permite que você faça pesquisas menos complexas de palavras-chave sem fazer assinaturas. No entanto, para obter relatórios completos que ajudem nas estratégias de marketing digital jurídico, você deve assinar um plano da plataforma.

Além de acompanhar palavras-chave, o Ubersuggest oferece serviços para avaliar domínios e conferir tráfego de páginas. O site também facilita a descoberta de palavras-chave para aprimorar a produção de conteúdo.

Na versão gratuita, você pode pesquisar até três palavras-chaves ou sites na página principal do Ubersuggest. O site mostrará os principais resultados da busca realizada, incluindo volume de buscas, pontuação de SEO, CPC, entre outras informações. Veja na imagem que apresentamos abaixo.

A ferramenta Ubersuggest está disponível a partir de US$ 12.

4. AnswerThePublic

Você quer pesquisar palavras-chave sobre serviços jurídicos, mas também encontrar ideias para utilizá-las em conteúdos? O site AnswerThePublic traz diversas informações sobre um determinado termo, incluindo as principais perguntas feitas pelo público sobre o assunto.

Esta solução é uma forma de observar possíveis dúvidas jurídicas que os leitores possam ter e, dentro de um artigo, você possa respondê-las. Além disso, você consegue utilizar as outras informações liberadas pelo AnswerThePublic para produzir textos ainda mais completos.

A plataforma é gratuita, para consultar palavras-chave e fazer o download das informações. Veja abaixo uma imagem da ferramenta:

O Google Trends também é uma opção para descobrir palavras-chave e temas que estejam em alta no motor de busca da empresa. A plataforma, por sua vez, apresenta o interesse do público por região, a partir do volume de pesquisas feitas no próprio Google.

Na plataforma, você pode consultar o interesse sobre uma determinada palavra-chave nas diferentes regiões do Brasil. Ou seja, se você tem um escritório em sua cidade, é possível observar os índices de buscas de certos termos no território.

Se estiver com dúvidas sobre quais palavras abordar em seus conteúdos, saiba que o Google Trends permite comparar assuntos e identificar os níveis de interesse do público em cada um deles. Contudo, o acesso à plataforma é gratuito e pode ajudar na pesquisa das melhores palavras-chave. Confira a tela do site:

Quais os tipos de palavras-chave?

Agora que você descobriu onde pesquisar os termos para ter um melhor desempenho na produção de conteúdos, é importante entender também os tipos de palavras-chave existentes. Dessa forma, você pode equilibrá-las ao longo dos seus textos. Conheça!

Palavras-chave de cabeçalho (Head tail keywords)

As palavras-chave de cabeçalho consistem em termos genéricos e objetivos. Imagine que um possível cliente pesquise a palavra “advogado” no Google. A partir disso, ele receberá um número de resultados maior, mas nem sempre terá as respostas buscadas logo na primeira pesquisa.

Esse tipo de palavra-chave costuma ter um número maior de buscas, fazendo com que a concorrência dentro dos motores de busca seja maior. Por isso, ela deve fazer parte da sua estratégia, mas com a adição de algumas outras opções para aumentar as chances de ranqueamento.

Palavras-chave de cauda longa (Long tail keywords)

Enquanto as palavras-chave de cabeçalho são genéricas, os termos classificados como cauda longa correspondem a palavras mais específicas. No exemplo acima, citamos a palavra-chave “advogado” como um termo genérico, certo? Ela também pode ser otimizada para ser uma opção de cauda longa.

As pessoas que estão tendo problemas no trabalho, por exemplo, podem pesquisar o termo “advogado trabalhista” no Google para localizar a assessoria. Além disso, caso os interessados queiram refinar ainda mais a busca, eles podem buscar “advogado trabalhista em SP” para encontrar um profissional na própria cidade.

Contudo, as palavras-chave de cauda longa trazem maiores chances de indexação para os conteúdos no Google. Por isso, utilize variações delas em seus conteúdos.

Palavras-chave de informação

As palavras-chave de informação consistem na descoberta de um determinado assunto. Dessa forma, a pesquisa no Google vem acompanhada dos termos “como”, “quais” e “onde”. Ou seja, essas buscas também estão ligadas a dúvidas e questionamentos que podem surgir entre leitores.

Em seu blog, por exemplo, você pode criar um artigo com o título “Quais são os direitos do trabalhador registrado como CLT”. Assim, é necessário elencar os principais pontos sobre a contratação no regime, já que costuma ser uma dúvida recorrente entre muitos trabalhadores.

Por que devo ter um blog no site jurídico?

Percebeu como as palavras-chave são importantes nas estratégias de marketing digital jurídico? Elas vão ajudar no direcionamento da produção de conteúdo e de peças publicitárias. Além disso, a criação de um blog também é indispensável para as estratégias de SEO e marketing de conteúdo.

Em suma, os conteúdos dos blogs permitem que os usuários tenham suas dúvidas respondidas e, junto, conheçam o seu escritório de advocacia. Na Justamente, você pode criar um site personalizado, com uma página de blog para publicar artigos.

No plano JusFree, você pode publicar até dois artigos no blog. Por outro lado, o plano JusPremium garante a publicação ilimitada de artigos. Conheça os planos disponíveis e crie agora o seu site em menos de 5 minutos.

Ficou com dúvidas sobre a criação de site na Justamente? Envie uma mensagem para o WhatsApp da Justamente pelo (11) 95647-8227 ou escreva para [email protected] Teremos prazer em ajudá-lo!

Veja também!