Menu
Justamente
Entrar Criar site

Palavras-chave de cauda longa: como utilizar no marketing jurídico

Equipe Justamente 11/05/22

As palavras-chave de cauda longa são uma boa estratégia para utilizar no marketing jurídico e atrair um público mais específico, que está mais perto da decisão de contratação do que os usuários que buscam por assuntos mais gerais.

Tratam-se de termos formados por mais palavras, utilizados em buscas mais particulares. Sendo assim, para o produtor de conteúdo – no caso, você -, são termos que valem a pena usar, a fim de trazer leads e usuários que não procuram por detalhes do seu problema, mas, sim, pela solução.

A seguir, entenda como utilizar as palavras-chave de cauda longa no marketing jurídico e saiba quais são as vantagens de aplicar essa estratégia na sua produção de conteúdo.

O que são palavras-chave de cauda longa?

Palavras-chave de cauda longa, chamadas também de palavras-chave long tail ou long tail keywords, são termos que, em geral, possuem mais de três palavras e são utilizados nas pesquisas dos usuários.

Formando uma frase, a pesquisa se torna mais específica e personalizada. A busca de “direitos demissão por justa causa” procura um resultado muito mais específico do que apenas a busca por “demissão” ou “direitos demissão”, por exemplo.

Portanto, a palavra-chave de cauda longa é aquela que possui três ou mais termos em sua composição, e que é ideal para procurar (ou entregar) resultados com uma busca mais específica e, consequentemente, menor.

Como utilizar palavras-chave de cauda longa no marketing jurídico?

Utilizar as palavras-chave de cauda longa no marketing jurídico é uma boa ideia para alcançar pessoas que fazem pesquisas personalizadas e que podem estar mais próximas do processo de contratação.

Para aplicá-las na sua produção de conteúdo e ter bons resultados, existem algumas dicas que você pode seguir.

1. Pesquise nos locais corretos

Existem diversas plataformas que permitem que você faça a busca de palavras-chave e encontre as long tail keywords relacionadas com a sua área de atuação. Uma delas é o Google Keyword Planner, que é gratuito. Para usá-lo, basta ter uma conta no Google.

Com o Google Keyword Planner, você não apenas encontra os termos que são relacionados com os assuntos que você pretende abordar, mas também confere o volume de busca de cada um deles, sabendo se há muita ou pouca procura.

google-keyword-planner-direito

Na imagem acima é possível ver que, a partir de uma palavra-chave central, você encontra diversas outras palavras-chave que são de cauda longa e que podem ser incluídas nos artigos do seu blog.

Outro exemplo de ferramenta muito útil é o SEMrush, uma plataforma paga e mais completa, que também permite que você encontre palavras-chave long tail a partir de um termo central. Além de poder ver o volume de busca, o serviço também possui outras funcionalidades, como análise do site, dicas para marketing de conteúdo, entre outras coisas.

2. Use as palavras-chave relacionadas

Além das palavras-chave com cauda longa, é interessante que você utilize também os seus sinônimos na sua produção de conteúdo. A repetição do termo central, mesmo que seja com cauda longa, deve acontecer de modo natural, e não artificial.

Assim, para que seu texto não fique mecânico e com muitas repetições, utilizar as palavras relacionadas e que possuem o mesmo significado é uma boa alternativa, pois deixa seu conteúdo mais fluido e proporciona uma leitura mais dinâmica.

Vale saber que, caso você coloque a sua palavra-chave de cauda longa em uma das ferramentas de busca de palavras-chave, você pode encontrar os termos associados para incluir no seu artigo.

Um site que pode te ajudar com isso, também, é o Sinônimos. Basta colocar a palavra que você quer no campo de pesquisa, que ele traz os sinônimos de acordo com cada contexto.

3. Faça um conteúdo relevante

Para que as palavras-chave de cauda longa realmente deem resultados no seu marketing jurídico, é preciso investir em uma boa produção de conteúdo.

O conteúdo oferecido deve ser relevante para o seu público-alvo, considerando, principalmente, que as pessoas que utilizam as long tails keywords fazem uma pesquisa mais específica.

Portanto, faça artigos e matérias completas, com assuntos interessantes para quem pode se interessar pelos seus serviços, e com profundidade; não se limite a conteúdos rasos e com explicações simplórias, mas escreva detalhadamente as informações.

Busque fazer seu leitor entender realmente tudo o que você escreveu, se colocando no lugar dele para entregar-lhe a resposta desejada.

4. Utilize as técnicas de SEO

Por fim, não se esqueça de utilizar as técnicas de SEO para que seu artigo alcance a primeira página de resultados do Google.

As palavras de cauda longa já te ajudam a ter um bom posicionamento quando uma busca é mais específica. Porém, usando também as práticas de SEO, suas chances são maiores.

Além de pesquisar os termos adequados e utilizar os sinônimos, lembre-se de incluir as palavras-chave long tail no título do artigo e nos subtítulos, assim como nas heading tags (title tag e meta descrição).

Quais as vantagens das palavras-chave long tail na produção de conteúdo?

Utilizar as palavras-chave de cauda longa no marketing jurídico é uma ótima ideia para atrair um público específico, que pode estar mais próximo da decisão de contratação.

Para explicar melhor, precisamos falar do conceito do funil de vendas no marketing digital. Este funil é composto por três etapas: topo (descoberta), meio (reconhecimento) e fundo (decisão de compra). Assim como um funil, o topo é a parte maior, enquanto o meio é um pouco menor, e o fundo, bem menor.

As palavras-chave relacionadas a assuntos mais gerais, e que normalmente são compostas por apenas uma ou duas palavras, têm maior poder de atrair usuários que ainda estão no topo do funil – ou seja, que ainda estão no momento de descoberta do seu problema, e buscam saber mais sobre determinado tema, sem envolver nenhuma decisão.

Já as palavras de cauda longa são utilizadas em pesquisas mais personalizadas e específicas, não amplas e generalizadas. Habitualmente, elas estão presentes em buscas de usuários que já se encontram no meio ou no fundo do funil.

E por que isso é importante?

Infelizmente, nem todos os usuários que estão no topo do funil seguem para o meio e fundo do funil, e decidem entrar em contato com você. Ao oferecer assuntos mais gerais, você atrai pessoas que procuram por temas gerais, sem, necessariamente, prosseguir com a jornada até chegar em você.

Neste caso, você alcança mais leitores, mas não exatamente aqueles que têm interesse nos seus serviços jurídicos.

Já ao oferecer conteúdos de meio e topo de funil, com palavras-chave de cauda longa, seu alvo é mais assertivo. Ele não é tão grande, mas pode alcançar exatamente alguém que procura pelos serviços prestados pelo seu escritório.

Sendo assim, a grande vantagem de utilizar as long tails keywords é que você alcança boas posições no Google e outros buscadores, uma vez que a concorrência é bem menor. Isso acontece pois, sendo uma busca específica, o número de sites que oferecerão o mesmo tipo de conteúdo é bem reduzido.

Além disso, os cliques recebidos pelos artigos com palavras-chave de cauda longa são mais assertivos, já que são feitos por pessoas que estão mais propensas à conversão e à contratação.

Use as palavras de cauda longa no seu site jurídico

Uma das maneiras mais comuns e que pode trazer mais resultados de utilizar as palavras-chave de cauda longa no marketing jurídico é na produção de conteúdo para o seu blog.

O blog é mais do que apenas uma página online onde você disponibiliza artigos para enriquecer o seu portfólio. Ele é uma das formas para você ganhar boas posições no Google e conseguir mais clientes, além de contribuir para a construção da sua autoridade na web.

Para ter um blog, é interessante que você possua um site jurídico, no qual os usuários podem ver as informações mais importantes do seu escritório. Assim, o blog será uma extensão do site, como uma página integrante, permitindo que os visitantes conheçam tanto o seu site, quanto o seu blog.

Apesar disso, o desenvolvimento de um site não é tão simples, podendo exigir muito tempo, trabalho ou dinheiro. Sabendo disso, a Justamente permite que você crie o site profissional do seu escritório em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar nada por isso.

Somos uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados. Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, garantindo total profissionalismo à página criada.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento. Veja um passo a passo detalhado deste processo nesta matéria!

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!