Menu
Justamente
Entrar Criar site

LinkedIn para advogados: como publicar na rede social

Equipe Justamente 05/04/22

O LinkedIn, para advogados, é uma excelente plataforma para expandir a visibilidade do seu escritório por meio de compartilhamento de conteúdos, e apresentar as qualificações do seu negócio e de seus sócios e funcionários.

A rede social, por ter como foco o mundo profissional, se diferencia das demais, pois oferece uma dinâmica totalmente distinta. Além da possibilidade de compartilhar conteúdos, você ainda pode fazer conexões que podem influenciar na atuação do seu escritório.

Nesta matéria, saiba como utilizar o LinkedIn para advogados e entenda como chamar mais atenção com seus posts na rede social.

Que tipos de conteúdo posso publicar no LinkedIn para advogados?

No desenvolvimento do marketing jurídico, é importante que o advogado esteja presente nas plataformas e redes sociais utilizadas pelo seu público-alvo. Afinal, ele precisa ser visto para despertar o interesse em alguém.

Como o LinkedIn é uma rede social profissional, ele abre outras possibilidades de uso ao seu usuário. Uma delas é o compartilhamento de conteúdos, que podem atrair tanto clientes em potencial, como futuros funcionários, parceiros, colegas de profissão que o vejam como uma referência na sua área, entre outros.

Neste caso, é possível publicar conteúdos de diferentes tipos, agradando, assim, os diferentes públicos.

Ao acessar a sua conta na plataforma, na página inicial, você verá na parte superior um campo para que você dê início a uma publicação – caso o acesso seja pelo celular, é preciso clicar em “Publicação”, no menu inferior, para acessar esse campo.

A partir disso, você já poderá compartilhar o conteúdo que você deseja, desde que ele seja compatível com a rede social.

Em 2022, o LinkedIn permite que você publique textos, imagens (sozinhas ou em conjunto num só post) e vídeos, anexe documentos, faça comemorações, divulgue eventos, crie enquetes, ofereça ajuda, procure um especialista, divulgue um cargo disponível no seu escritório ou escreva artigos.

Outro recurso interessante que o LinkedIn também proporciona é a criação de conexões com outros profissionais, assim como o acompanhamento de empresas e personalidades.

Como compartilhar conteúdos na rede social?

A seguir, entenda como você pode compartilhar os conteúdos planejados por você e sua equipe no LinkedIn e aumentar a visibilidade do seu escritório de advocacia na rede social.

1. Textos

O LinkedIn permite que você publique conteúdos apenas em formatos de textos, sem nenhuma ilustração. Para isso, basta clicar em “Começar publicação” (ou em “Publicação” se você estiver pelo celular) e começar a escrever.

Você também pode inserir hashtags, para ser encontrado por quem busca por determinado assunto, e selecionar quem poderá ver ou comentar a sua publicação – qualquer pessoa no LinkedIn ou apenas as suas conexões.

Ao final da sua produção, clique em “Publicar”.

2. Conteúdos com mídia (fotos, vídeos ou documentos)

Aqui, o processo é bem semelhante ao anterior. Clique em “Começar publicação” (ou em “Publicação” se você estiver pelo celular) e comece a escrever.

Para adicionar imagens, vídeos ou documentos, clique nos respectivos ícones (como mostra a imagem abaixo) e faça o upload do(s) arquivo(s).

Linkedin-conteudos-com-midia
Passe o mouse sobre a imagem para ampliá-la.

Uma diferença especial na publicação de vídeos é que, pelo computador, você consegue apenas fazer o upload do arquivo ou inserir o link do vídeo do YouTube (ou outra plataforma de vídeo), enquanto no celular você também pode fazer uma gravação no momento exato em que pretende publicar o post.

Concluindo a inclusão da mídia e o possível texto, clique em “Publicar”.

3. Artigos

O LinkedIn também permite que você publique, além dos textos, artigos mais completos.

As publicações no feed podem ter um alcance maior, dando mais visibilidade ao seu escritório e atraindo mais conexões e seguidores. Porém, a elaboração de artigos não deve ser desconsiderada, principalmente no LinkedIn para advogados.

Os artigos são textos mais longos, que tratam sobre um assunto de modo mais profundo e detalhado, buscando não apenas alcançar o leitor, mas impactá-lo e fazer a diferença na sua vida, trazendo uma reflexão, impulsionando uma ação, entre outras coisas.

Especialmente para advogados que buscam se tornar uma referência na área e utilizam o LinkedIn na sua estratégia de construção de autoridade, os artigos são ótimas ferramentas para abordar temas sem superficialidade.

Para publicar o seu artigo, clique em “Escrever artigo” na sua página inicial e defina o título, a imagem principal e o corpo do texto, que também pode ter outras ilustrações.

Além disso, você ainda consegue inserir títulos ao longo do texto, utilizar recursos como negrito, itálico e sublinhado, elencar tópicos, dar destaque a determinadas partes e colocar links. Ao concluir, clique em “Publicar”, na parte superior da tela.

Vale saber que este recurso só está disponível no LinkedIn quando acessado pelo computador. Pelo celular, não é possível publicar artigos.

4. Divulgação de eventos

Embora o marketing jurídico deva seguir normas específicas da Ordem dos Advogados do Brasil, os profissionais do Direito ainda podem fazer divulgações que sejam compatíveis com a discrição e sobriedade da advocacia.

Portanto, se o seu escritório for realizar algum evento, como um webinar, uma live ou um seminário, você pode divulgá-lo em seu LinkedIn. Clicando em “Começar publicação”, clique nos três pontinhos na barra inferior.

Linkedin-eventos
Passe o mouse sobre a imagem para ampliá-la.

Em seguida, clique em “Criar evento”. Preencha todos os campos necessários com os dados importantes sobre o seu evento e, concluída essa etapa, clique em “Avançar”. Se quiser, acrescente mais algumas palavras e, depois, clique em “Publicar”

5. Lives

As lives são vídeos ao vivo que permitem a interação imediata do seu público com você, assim como a sua com eles. Porém, apenas usuários que seguirem os requisitos podem fazer este tipo de publicação.

Se você atende a todos os requisitos e tem um perfil aprovado para fazer lives, selecione a opção para criar um evento e, no menu suspenso, clique em “LinkedIn Live”. Caso essa opção não apareça para você, significa que seu perfil ainda não é elegível para fazer lives na plataforma.

O próximo passo é escolher a sua ferramenta de streaming. O LinkedIn sugere algumas, como a Restream, Socialive, e a Vimeo, mas você também pode conectar outra de sua preferência.

Feito isso, conecte a ferramenta com o LinkedIn e acesse a Central de Recursos da rede social para saber a documentação técnica e a resolução de possíveis problemas. Feito isso, você já poderá fazer sua live e se comunicar ao vivo com quem te assiste.

Sendo uma ferramenta não tão simples de usar no LinkedIn, a plataforma oferece um guia para que você consiga fazer a sua live de forma mais fácil. Vale a pena conferir.

6. Comemorações

Você também pode publicar a comemoração de uma situação específica. A rede social permite que você celebre, neste recurso, a entrada de alguém na sua equipe, uma conquista profissional, o aniversário da empresa, o lançamento de um projeto, uma atualização no seu escritório, e até dê reconhecimento a um colega de trabalho.

Para fazer este tipo de publicação, clique em “Começar publicação” e, depois, no ícone “Comemorar ocasião”, na barra inferior.

Linkedin-comemoracoes
Passe o mouse sobre a imagem para ampliá-la.

Edite o texto sugerido pelo LinkedIn, se quiser, escolha as hashtags e clique em “Publicar”.

7. Enquetes

As enquetes são grandes aliadas de quem procura mais engajamento na rede social profissional. É comum que as pessoas queiram dar suas opiniões sobre determinados assuntos, e ao publicar uma enquete no seu perfil, você acaba atraindo este público, que pode ou não incluir alguém que precisa dos seus serviços.

Além disso, você também pode investir neste formato para ter feedback de clientes, saber mais sobre o público que te segue, pesquisar preferências, entre outras perguntas importantes para o seu escritório.

Na parte de dar início à sua publicação, clique no ícone de “Criar enquete” e preencha os campos necessários. Feito isso, clique em “Concluído”, acrescente algum texto, se quiser, e publique a enquete.

8. Procura de um especialista

Outro tipo de publicação que pode ser feita no LinkedIn para advogados é a busca por um especialista. Caso você esteja com um projeto e precise de um profissional de determinada área, você pode fazer esta busca na rede social profissional.

Clique em “Começar publicação”, nos três pontinhos na barra inferior e em “Encontrar especialista”. Na janela que se abrir, defina a categoria do profissional, o tipo de serviço, a localidade e a descrição da sua pesquisa.

Ao finalizar, clique em “Concluído”, veja a prévia da publicação e clique em “Publicar”.

9. Divulgação de cargo disponível

Diferente de procurar um especialista para uma tarefa pontual ou como um freelancer, você pode divulgar um cargo disponível em seu escritório. Na parte de criação de publicações, clique no ícone “Divulgue que você está contratando”, na barra inferior, e preencha os campos corretamente.

Especifique o cargo, a empresa, o tipo de local de trabalho, a localidade da vaga, o tipo da vaga e uma descrição, onde você pode colocar as competências e requisitos necessários, entre outras informações importantes.

Na tela seguinte, confirme que você trabalha no seu escritório informando o seu e-mail corporativo. Você receberá um código e poderá fazer a publicação.

Já se você estiver fazendo isso diretamente na sua LinkedIn Page – isto é, sua página profissional na rede social, não seu perfil pessoal -, essa confirmação não é necessária.

Na verdade, o ideal é que você faça este tipo de publicação e também as outras na própria página do seu escritório, dando destaque ao seu negócio, e não a você como pessoa física.

Quais cuidados tomar ao fazer posts no LinkedIn?

A publicidade jurídica possui normas específicas. A OAB indica em seu Código de Ética e Disciplina e em seu Provimento 205/2021 as práticas permitidas e as que não devem estar presentes no marketing do advogado.

A utilização do LinkedIn pode ser uma das estratégias de comunicação e marketing digital dos profissionais jurídicos, o que faz com que as publicações devam seguir as normas da instituição máxima.

O ponto central sobre a publicidade para advogados é que ela deve ter caráter meramente informativo, prezando pela discrição e sobriedade, sem poder configurar captação de clientela ou a mercantilização da profissão.

Sendo assim, os conteúdos compartilhados na rede social profissional não devem fugir desta linha, seguindo os princípios de educação, instrução e moderação.

Para saber mais sobre o que fazer e o que não fazer nos seus posts no LinkedIn, confira as nossas matérias sobre o Código de Ética da OAB e sobre o Provimento 205/2021, que dispõe exclusivamente sobre a publicidade jurídica. Veja também como fazer propaganda sem ferir as normas da instituição máxima.

Por que utilizar o LinkedIn no marketing digital para advogados?

O LinkedIn, assim como outras redes sociais, permite que os seus conteúdos compartilhados alcancem pessoas que podem estar precisando dos seus serviços. Trata-se de uma plataforma que te ajuda a ampliar a visibilidade do seu escritório, além de te proporcionar mais profissionalismo.

Principalmente se os seus conteúdos forem relevantes para o seu público, completos e esclarecedores sobre os temas abordados, eles podem fazer com que a sua autoridade na rede social aumente, assim como o seu escritório terá mais credibilidade e será visto como uma referência na sua área.

Além disso, o LinkedIn também permite que os advogados encontrem outros profissionais que podem influenciar suas carreiras, e vice-versa. As conexões estabelecidas podem ser muito benéficas e decisivas para ambos os lados.

Leve mais pessoas para o seu site com o LinkedIn

Além dos benefícios que o LinkedIn oferece ao seu escritório em sua própria plataforma, você também pode convidar seus seguidores e pessoas que têm contato com suas publicações a conhecer melhor o seu trabalho e demais conteúdos no seu site.

Ter visibilidade na rede social profissional é um ótimo resultado, porém, é fundamental que as pessoas conheçam o seu site, que é o ponto principal da sua presença digital, onde estão todas as informações mais importantes sobre o seu negócio, inclusive conteúdos mais completos, mais profundos e que, de alguma forma, podem ajudar ainda mais o seu público.

Neste sentido, você pode utilizar suas publicações no LinkedIn para levar as pessoas até o seu site, algo que traz benefícios tanto para o público, quanto para o seu escritório.

Criar um perfil no LinkedIn ou até uma LinkedIn Page é simples e gratuito, porém, a criação de um site costuma ser muito mais complicada, podendo exigir muito trabalho, tempo ou dinheiro.

Sabendo disso, a Justamente permite que você faça o site profissional do seu escritório em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar nada por isso. Somos uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados.

Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, o que garante total profissionalismo à página criada.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento. Veja um passo a passo detalhado deste processo nesta matéria!

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!