Menu
Justamente
Entrar Criar site

Instagram no marketing jurídico: 5 temas para publicar na rede social

Equipe Justamente 07/02/22

As redes sociais fazem parte das estratégias de marketing digital. Nesse sentido, o Instagram é uma plataforma indispensável para publicar os conteúdos e divulgar o seu escritório de advocacia.

Num primeiro momento, a rede social pode parecer um pouco informal para publicar conteúdos jurídicos. Entretanto, com os temas corretos, você consegue alcançar uma série de interessados.

Vale lembrar que o Instagram é uma rede social na qual é necessário trabalhar com imagens e vídeos. Por isso, você deve pensar em publicações que atraiam o público nesses formatos.

Quer descobrir quais temas abordar em posts no Instagram? Confira abaixo e veja como desenvolver conteúdos para a rede social.

Quais temas os advogados devem publicar no Instagram?

Como dissemos acima, é fundamental trabalhar com ilustrações e vídeos no Instagram. Além disso, você deve pensar em legendas curtas que atraiam e façam com que o público interaja com o conteúdo.

No entanto, o marketing jurídico determina que os conteúdos tenham caráter informativo e educativo. Ou seja, eles não podem ter orações persuasivas que indiquem a mercantilização da advocacia ou captação de clientes.

Em suma, você precisa elaborar as publicações de acordo com a área de atuação do escritório. Para ajudar, mostraremos quais assuntos podem ser apresentados em suas publicações. Confira!

1. Legislação na prática

Em seu calendário de conteúdos para o Instagram, você pode explicar leis que costumam gerar dúvidas no público. Por isso, busque, em sua área de atuação, pontos da legislação para esclarecê-los.

Alguma lei passou por mudanças? Antes mesmo de entrar em vigor, você pode criar uma publicação sobre a alteração que será feita. Assim, você garante que os leitores entendam mais sobre a nova regra.

Com relação ao material visual, você pode criar vídeos curtos ou posts chamados de carrossel, onde há uma sequência de imagens. Assim, os seguidores podem entender o assunto abordado do jeito certo.

2. Dicas e conteúdos sobre a área de atuação

Você pode desenvolver publicações no Instagram que tragam dicas para os seguidores. Como a rede social trabalha com conteúdos visuais, é possível exemplificar o assunto com maior facilidade.

As dicas podem ser sobre ferramentas, cursos e especializações para aprender sobre a sua área de atuação. Por isso, não esqueça de mostrar o passo a passo para acessar a solução apresentada.

Dica! Em posts como estes, você pode inserir hashtags (#) para que a publicação chegue a outros públicos. Além disso, peça para que os seguidores compartilhem o conteúdo em seus perfis.

3. Esclarecimento de dúvidas

No Instagram, empresas e influenciadores têm interagido com seguidores por meio das perguntas. Dessa forma, os perfis abrem espaço para questionamentos e respondem, geralmente nos stories da rede social.

Os advogados e escritórios também podem abrir caixas de perguntas e esclarecer dúvidas. No entanto, vale lembrar que é proibido desenvolver conteúdos que representem a mercantilização da advocacia ou captação de clientes.

Por isso, prefira apenas responder as dúvidas com base em seus conhecimentos e na legislação vigente. Além disso, não mencione informações sobre honorários e pagamentos. Saiba mais sobre as restrições!

Os advogados estão liberados para fazer lives e participar de vídeos gravados respondendo perguntas. Mas, é proibido utilizar casos concretos ou apresentar resultados de processos.

4. Mudanças nos serviços do escritório

No Instagram, você pode publicar novidades sobre as áreas de atuação e serviços do escritório. Para isso, crie uma publicação que apresente os serviços e traga informações sobre a área.

Recebeu certificações e títulos? Segundo o Provimento 205/2021, que orienta o marketing jurídico, você pode compartilhá-los. Porém, eles devem ser reconhecidos pela Ordem dos Advogados do Brasil ou pela sociedade indicada no certificado.

5. Assuntos da atualidade

Os assuntos que estão nos jornais ou na mídia jurídica também podem ser temas das publicações. Nesse sentido, você pode explicar o tema com profundidade e expor um ponto de vista profissional.

As ilustrações, infográficos e vídeos devem ser utilizados para falar sobre o assunto que está em discussão. Porém, a OAB orienta que os advogados mantenham a discrição e a sobriedade nas ações de marketing jurídico. Fique atento!

Como usar o Instagram no marketing jurídico?

O marketing jurídico consiste em estratégias para que advogados e escritórios tenham visibilidade na internet. A partir disso, aproximar os serviços jurídicos do público-alvo.

Como vimos, o Instagram pode integrar as ações de marketing jurídico. Mas, existem algumas regras que precisam ser seguidas para evitar penalizações na publicidade jurídica.

No Brasil, o marketing jurídico deve seguir o Provimento 205/2021 desenvolvido pela OAB. Em resumo, o documento indica que os conteúdos publicados tenham caráter informativo e educativo.

Desse modo, é proibido promover a mercantilização e a captação explícita de clientes. Além disso, o Provimento veta a utilização de orações, expressões persuasivas e gatilhos de vendas.

Ficou com dúvidas sobre como seguir as regras do Provimento no Instagram? Leia o guia completo e veja como os advogados devem utilizar a rede social para ter um perfil de sucesso.

Onde criar imagens e vídeos para o Instagram?

O Instagram possui funcionalidades para criar vídeos curtos e personalizá-los. Na hora de desenvolvê-los, procure utilizar filtros e efeitos com equilíbrio, sempre considerando as normas da OAB de discrição e sobriedade.

Com relação às imagens, você pode criá-las com ferramentas gratuitas, como o Canva e o Figma. Mas lembre-se que é proibido utilizar logotipos e símbolos oficiais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Crie um site jurídico para o seu escritório com a Justamente!

Você precisa ter um perfil no Instagram e em outras redes sociais. Mas, a criação de um site também deve fazer parte das suas estratégias de marketing jurídico.

Com a Justamente, você pode ter um site jurídico sem precisar pagar nada para divulgar os seus serviços. Crie um site responsivo em até 5 minutos para publicar nas redes sociais ou incluí-lo em cartões de visita.

Para criar o site na Justamente, faça um cadastro com e-mail e senha. Em seguida, responda algumas perguntas sobre o seu escritório, incluindo áreas de atuação e serviços disponíveis.

Por fim, selecione o tema, as cores e fontes do site. Você terá um espaço completo para apresentar os seus serviços. Veja o processo completo e comece a ter visibilidade online.

Nossos especialistas estão prontos para tirar suas dúvidas. Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!