Menu
Justamente
Entrar Criar site

Hacks de SEO: o que é e quais são as principais técnicas?

Equipe Justamente 29/04/22

Você já deve ter ouvido falar sobre SEO, certo? Como acontece em outros negócios, as otimizações são indispensáveis no marketing de conteúdo jurídico. Mas, dentro da área, existem as ações chamadas de hacks de SEO.

Essas estratégias consistem em adaptações para aprimorar ainda mais a visibilidade de sites na internet. Desse modo, o site do escritório pode receber um tráfego maior e gerar mais conversões.

As otimizações de conteúdos para buscadores são fundamentais, e com os hacks de SEO, o desempenho pode ser maior. Quer conhecer mais sobre essas técnicas? Veja abaixo como usá-las no marketing jurídico!

O que são os hacks de SEO?

Para explicar o conceito por trás dos hacks que podem favorecer as estratégias de SEO, vamos analisar o significado da palavra. “Hack” é uma palavra que, na língua inglesa, define o sentido de cortar algo bruscamente.

Nas áreas de tecnologia, o termo “hacker” representa os profissionais que conseguem modificar sistemas de informática. A palavra pode ser assimilada a práticas negativas, como o roubo virtual de dados.

No marketing de conteúdo, os hacks de SEO são meios de aprimorar as otimizações já feitas para motores de busca. Dessa forma, os conteúdos podem obter um posicionamento melhor nas páginas de pesquisa, como o Google.

Mas as ações de SEO realizadas com frequência já não são suficientes para que os conteúdos sejam vistos? Dependendo das publicações presentes nos sites concorrentes, os resultados de ranqueamento podem demorar para surgir.

Pensando nisso, investir nos hacks é uma opção para obter destaque nos motores de busca em menor tempo e atrair interações até a página.

Mesmo que a palavra tenha uma terminologia que costuma ser assimilada com os hackers, os sites e conteúdos podem trabalhar com hacks. Saiba quais estratégias podem ser usadas no marketing jurídico.

Quais são os principais hacks de SEO para usar no marketing jurídico?

Como dissemos, os hacks que podem favorecer a presença no Google vão além das estratégias conhecidas. Ou seja, não basta apenas inserir palavras-chave, publicar textos divididos em títulos e subtítulos, entre outros cuidados.

Por isso, quem deseja investir nos hacks deve avaliar quais estratégias podem ser aplicadas para aprimorar as estratégias de marketing digital.

Os advogados também podem incluir as estratégias de hacks de SEO no marketing jurídico. Algumas delas podem não se encaixar na publicidade jurídica, mas as ações favorecem os sites e outros conteúdos. Veja abaixo!

1. Trabalhe com a metodologia “Skycraper”

Na produção de artigos para um blog, por exemplo, os redatores e advogados – no marketing jurídico, costumam fazer pesquisas sobre o tema que será abordado.

Nesta etapa, é comum encontrarmos textos semelhantes ao assunto que pretendemos abordar. Desse modo, acabamos usando o material como referência para desenvolver o conteúdo planejado.

A técnica Skycraper consiste na observação do conteúdo com um olhar de referência, mas também de aprimoramento. Nesse sentido, a ideia é explorar o assunto de forma ainda mais completa.

Na prática, o Skycraper é o hábito de observar os conteúdos que possuem bom ranqueamento no Google e melhorá-los em sua própria plataforma.

Os produtores de conteúdo têm liberdade para fazer a inclusão de trechos que não foram abordados no texto de referência. Além disso, os profissionais conseguem valorizar o tema com outros recursos, como imagens.

Entretanto, saiba que utilizar o Skycraper não significa copiar o texto que está bem ranqueado. Essa prática é ilegal e considerada plágio, o que pode acarretar em penalizações que prejudicam o site.

Portanto, utilize os textos apenas como referência, mas não copie-os. Sempre busque desenvolver um conteúdo original, com base em conhecimentos e fontes confiáveis.

2. Invista nas palavras-chave de cauda longa

O uso de palavras-chave é uma parte essencial para as estratégias de SEO. A partir das pesquisas feitas no Google com os termos relacionados, é possível que os leitores localizem os artigos presentes no site.

Entretanto, o uso de palavras-chave deve ser feito com certo planejamento, principalmente quando há índices altos de concorrência. Uma saída está no uso de termos que possuem cauda longa.

As palavras-chave de cauda longa (long tail) consistem em termos específicos, que também podem gerar bons índices de tráfego para sites. Nesse sentido, os advogados conseguem ter visibilidade na internet refinando o tema abordado.

Imagine que, quando trata-se de uma pesquisa com um olhar geral, os resultados acabam nem sempre respondendo a dúvida em um primeiro momento. Em contrapartida, se o assunto buscado for definido de forma específica, os resultados serão melhores.

Digamos que um cliente busque “advogado em São Paulo” no Google. Provavelmente, ele receberá milhares de resultados, o que dificulta a escolha de um profissional para atendê-lo.

Por outro lado, ele também pode pesquisar “advogado trabalhista na zona sul de São Paulo” e conseguir um resultado com maior exatidão.

Sendo assim, a utilização das palavras-chave de cauda longa ampliam as chances de obter visibilidade online e fazem parte dos hacks utilizados em SEO. Para localizá-las, utilize as ferramentas de busca dos termos, como o SEMRush.

3. Publique ilustrações e infográficos no blog jurídico

Os conteúdos em textos são essenciais para ter visibilidade em motores de busca. Mas, eles podem ser equilibrados com outros recursos visuais, como ilustrações e infografias.

Além de proporcionar um formato dinâmico, os materiais utilizados contribuem para um entendimento completo do assunto. Por isso, os advogados devem pensar na elaboração dos conteúdos ilustrativos.

A escaneabilidade dos conteúdos é um item essencial para um bom desempenho das estratégias de SEO. Quando há recursos visuais que facilitem o entendimento do assunto, o engajamento do público pode ser maior.

Além disso, as ilustrações publicadas podem ter visibilidade no Google Imagens, o que também pode ampliar a interação com os conteúdos. Para isso, não esqueça de adicionar a palavra-chave utilizada no conteúdo no nome do arquivo e também no alt text (texto alternativo).

Para desenvolver as ilustrações, os advogados devem utilizar plataformas de edição. Entre as opções estão o Canva, o Figma e o Adobe Photoshop.

Os infográficos também podem ser desenvolvidos por estas plataformas. Confira as melhores ferramentas para desenvolver os materiais gráficos e utilizá-lo como um hack de SEO.

4. Monitore o tráfego do site e o resultado das palavras-chave

Um hábito recorrente que pode aprimorar os resultados das estratégias de SEO é o acompanhamento regular de tráfego do site. De acordo com os dados, é possível mapear e aplicar mudanças nos conteúdos que possam alterar o cenário.

É comum, por exemplo, que uma página ou um artigo esteja obtendo bons índices de tráfego, mas com o passar do tempo, o número de visitas comece a cair.

Neste cenário, espera-se que o responsável observe com frequência as alterações no tráfego e avalie os motivos que estejam influenciando no desempenho da página.

Em alguns casos, os responsáveis podem analisar o desempenho de palavras-chave da página e fazer substituições. Para isso, vale a pena observar o volume de buscas dos termos usados e compará-los com outras terminologias.

Caso identifique que outras palavras possuem volumes maiores de busca, atualize algumas para aumentar as chances de ranqueamento. Além disso, reserve períodos para atualizar artigos e conteúdos publicados.

5. Otimize conteúdos para aparecer nos Features Snippets

Você conhece os Features Snippets? Eles costumam aparecer no topo das pesquisas realizadas no Google, principalmente quando são feitas em formatos de perguntas.

Estamos falando das caixas de resposta que trazem um resultado objetivo para uma busca realizada. Ou seja, sem que o usuário precise acessar a página, ele pode ter a dúvida respondida na própria pesquisa.

As caixas de respostas são feitas pelos algoritmos do Google, com o objetivo de aprimorar a experiência do usuário e acelerar o tempo de resposta para pesquisas.

Neste exemplo abaixo, pesquisamos no Google se advogados podem fazer propaganda. A resposta, por sua vez, veio no formato de um feature snippet, que respondeu a pergunta de forma objetiva.

Por isso, no momento em que for produzir conteúdos para o blog jurídico, os advogados devem pensar na possibilidade de esclarecer perguntas sobre o tema.

Uma alternativa é elencar os principais questionamentos sobre o assunto e respondê-los ao longo do artigo. Desse modo, inclua títulos em H2 com as perguntas para que elas possam ser transformadas nas caixas de respostas do Google.

Tenha um site jurídico e implemente os hacks de SEO!

Já pensou na possibilidade de aprimorar o desempenho do seu site jurídico com as estratégias apresentadas? Saiba que elas podem ampliar os resultados relacionados ao tráfego da página.

Ter um site responsivo está entre os critérios do Google para ranquear as páginas. Por isso, os advogados precisam desenvolver uma página que abra em diferentes dispositivos.

Com a Justamente, os advogados conseguem criar um site responsivo e iniciar a presença online do seu escritório. Em até 5 minutos, os profissionais têm uma página para apresentar os serviços jurídicos e áreas de atuação.

Para começar, faça um cadastro com e-mail e senha. Em seguida, preencha o cadastro com informações sobre o escritório, como serviços e áreas atendidas. Por último, escolha o tema, cores e fontes. Veja como fazer!

Quer publicar artigos ilimitados e usar os hacks para aprimorar o SEO? Conheça o JusPremium e aproveite ainda mais os benefícios oferecidos pela Justamente.

Em caso de dúvidas sobre a criação de sites com a Justamente, envie uma mensagem para o WhatsApp (11) 95647-8227, ou entre em contato pelo [email protected]

Veja também!