Menu
Entrar Testar grátis

Google Ads para advogados: tudo o que você precisa saber sobre a ferramenta

Equipe Justamente 26/08/21

Nos últimos anos, a utilização do Google Ads por advogados como estratégia do marketing jurídico foi uma incógnita. Como o Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) não tem nenhuma regra explícita proibindo ou permitindo o uso da ferramenta, era comum que os profissionais tivessem sua própria interpretação.

Enquanto muitos advogados não viam problema em utilizar a plataforma para se beneficiar e captar mais clientes, outros discordavam. Sendo assim, os conselhos de diferentes cidades brasileiras tinham posicionamentos distintos – alguns permitiam, como em São Paulo, e outros proibiam, como no Distrito Federal.

No entanto, a partir do novo provimento referente à publicidade na advocacia – o Provimento 205/2021 -, aprovado pela OAB em julho de 2021, a utilização do Google Ads passou a ser permitida, assim como o impulsionamento nas redes sociais, desde que sejam respeitadas algumas condições.

Mas, afinal, o que é o Google Ads? Como ele funciona e como ele pode ajudar o advogado a dar mais visibilidade para o seu escritório? Veja agora tudo o que você precisa saber sobre essa ferramenta.

O que é e como funciona o Google Ads para advogados?

O Google Ads, conhecido antigamente como Google Adwords, é uma plataforma de anúncios disponibilizada pelo Google, que permite que, a partir de determinada busca, o site do seu escritório fique entre os primeiros resultados no buscador.

Um entre os vários benefícios da ferramenta é que o anúncio criado por ela é extremamente direcionado para o seu público. Ao invés de divulgar a sua empresa para um público amplo, formado por pessoas que podem ou não se interessar pelos seus serviços, a divulgação pelo Google Ads é totalmente direcionada a quem realmente buscou pelos serviços que você presta, de acordo com a configuração do seu anúncio.

Na prática, você compra algumas palavras-chave e, quando o potencial cliente faz uma busca usando as expressões que você selecionou, o seu site aparece entre os primeiros resultados. A partir disso, as chances do cliente clicar no seu link e contratar os seus serviços aumentam exponencialmente.

Vamos supor que você seja um advogado tributarista em atuação na cidade de Belo Horizonte. Caso você compre a palavra-chave “advogado tributarista em Belo Horizonte”, seu site ficará entre os primeiros resultados de uma pesquisa que utiliza esse termo.

Pensando nisso, uma pessoa ou empresa que faz uma busca com esse termo específico está muito mais perto do processo de contratação do que aquela que pesquisa sobre como reduzir os custos tributários em uma empresa de determinado ramo, o que é IOF ou como funcionam os créditos sobre PIS e COFINS.

Dessa forma, é possível ver que o Google Ads, quando usado por advogados, é uma ferramenta muito útil, influenciando diretamente na visibilidade do escritório e multiplicação de contratações.

Além disso, o Google Ads funciona assim como o sistema de leilão. Uma vez que existem outros advogados do mesmo ramo que você também investindo na ferramenta, você terá que competir com seus colegas de profissão para ter a melhor posição.

Dessa forma, o que define em qual posição o seu anúncio ficará é a classificação da sua campanha, que é definida pelo valor máximo que você pode pagar por clique no anúncio e pela nota que o Google dá à sua campanha.

Como usar o Google Ads para o meu escritório?

Sabendo que o uso do Google Ads por advogados envolve a utilização de palavras-chave para colocar o site do seu escritório entre os primeiros resultados, você pode usar a ferramenta para multiplicar o número de contratações, assim como estabelecer a sua autoridade digital na sua área de atuação.

Caso você utilize uma expressão específica que demonstre a proximidade ao processo de contratação, como “advogado em direito do consumidor em João Pessoa”, você atende uma pequena parcela da população que está precisando – e que sabe que está precisando – dos seus serviços.

No entanto, você também pode usar o Google Ads para aproximar um leitor que não está tão perto assim do processo de contratação. Por exemplo, uma pessoa que busca por “direito do consumidor”, “voo atrasado”, “plano de saúde negou atendimento”, entre outras buscas, não está, necessariamente, procurando um profissional do Direito.

No caso de “voo atrasado”, por exemplo, o consumidor pode apenas estar procurando saber o que fazer diante do contratempo. Com o seu anúncio nas primeiras posições, ele poderá ver que, a depender do seu caso, pode ter direito a uma indenização. Assim, a chance de contratação aumenta.

Como fazer uma campanha no Google Ads para advogados?

O primeiro passo para fazer uma campanha no Google Ads é criar uma conta no Google, a mesma utilizada no Gmail ou YouTube, por exemplo. Se você ainda não possui uma conta, acesse o site do Google Ads, clique em “Começar agora” e, depois, em “Criar conta”. Em seguida, basta preencher os campos com os dados necessários e cadastrar uma senha de acesso.

Com sua conta criada, o próximo passo é fazer sua campanha, isto é, seu grupo de anúncios. Na primeira página, selecione a opção “Alternar para o modo Especialista”. Assim, você terá acesso a mais recursos, além de ter mais controle sobre o anúncio e seus resultados.

Na tela seguinte, você começará a definir as informações principais da campanha. A primeira coisa a se fazer é selecionar a meta do anúncio. A plataforma tem oito opções.

A melhor opção para o seu escritório é a de Leads. Com ela, você consegue transformar um visitante do seu site em um lead – no marketing, essa expressão representa uma oportunidade de negócio. Assim, você aproxima o seu visitante da contratação.

A próxima etapa é a seleção do tipo de campanha. A plataforma permite que você trabalhe com 6 tipos diferentes de campanhas. Cada um deles permite que o seu anúncio seja veiculado de maneiras distintas. São eles: Rede de Pesquisa, Rede de Display, Google Shopping, Vídeo, Smart e Discovery.

O tipo que será interessante para o seu escritório, considerando as permissões e proibições da OAB com relação à publicidade jurídica, é o Rede de Pesquisa. Ele é o formato mais utilizado e mais comum, que coloca o seu site nos primeiros e últimos resultados no buscador quando é feita uma pesquisa com determinada palavra-chave.

Selecione, também, qual ação você espera do usuário que visualizou o seu anúncio. As opções disponíveis são “Visitas ao site”, “Ligações telefônicas”, “Visitas à loja”, “Downloads do aplicativo” e “Envio de formulários de lead”.

Na página seguinte, você verá o nome da sua campanha, que pode ser alterado, caso você prefira.

Já na parte “Redes”, haverá as opções “Rede de pesquisa” e “Rede de Display”. A princípio, nenhuma delas é interessante para o seu escritório, uma vez que você quer manter o anúncio na página de pesquisa do Google e, provavelmente, começará com poucos recursos, aumentando-os com o tempo. Portanto, não deixe-as selecionadas.

Prossiga definindo as métricas do seu anúncio. Selecione o local, o idioma e o público-alvo, lembrando que, caso você não faça atendimento a distância, é bom especificar a sua região. Se você atender somente clientes da sua cidade e arredores, por exemplo, selecione a opção “Inserir outro local” e coloque a sua zona de atendimento.

Defina, também, o seu orçamento. Aqui, considere o valor médio diário que você quer e pode investir nos anúncios online. Colocando R$10, por exemplo, seu valor mensal será de R$300. Saiba que esse valor não será ultrapassado.

Outra métrica importante é a de Lances. A princípio, você pode selecionar “Cliques” e definir um limite máximo de lance de custo por clique (CPC). Assim, você evita valores acima do que você pode ou quer pagar.

Na tela seguinte, escreva as palavras-chave que podem levar o seu cliente em potencial até você. Alguns exemplos são “escritório de advocacia + a cidade onde você atua”, “advogado + sua área de atuação”, “advogado + serviços prestados pelo seu escritório”, entre outros.

O próprio Google Ads sugere algumas palavras-chave que tenham a ver com o seu negócio. Porém, você também pode fazer uma busca no Google Keyword Planner, uma plataforma gratuita que te permite pesquisar as palavras-chave relacionadas com a sua área de atuação, assim como as expressões associadas e que têm maior volume de busca.

Atente-se aos tipos de correspondência. Colocando apenas a palavra-chave, você terá uma correspondência ampla, o que significa que mesmo plurais, erros gramaticais, sinônimos e frases com a expressão em questão serão identificadas e poderão colocar o seu anúncio na página.

Colocando a palavra-chave entre aspas, o seu anúncio aparecerá apenas quando o usuário fizer a pesquisa exata, com plurais e erros gramaticais. Isso faz com que o seu anúncio seja muito mais direcionado.

Já colocando o sinal de + entre as palavras, seu anúncio atinge mais pessoas, mas não tantas como na correspondência ampla. Por exemplo, um usuário que utiliza suas palavras-chave na sua busca, mas insere outras palavras entre as que você selecionou, também conseguirá ver o seu anúncio.

Por fim, colocando sua palavra-chave entre colchetes ([ ]), seu anúncio apenas aparece caso o usuário faça a pesquisa utilizando a mesma palavra-chave que você selecionou, sem nenhum tipo de variação – nem plurais e nem erros gramaticais.

Na próxima etapa, você criará a estrutura do seu anúncio – como ele aparecerá para o seu cliente em potencial. Defina a URL final, os títulos do anúncio e a descrição, lembrando-se de não colocar nada que é proibido pela OAB (formas de pagamento, expressões mercantilistas como “Ligue já”, entre outras).

Lembre-se, também, de usar algumas palavras-chave nos títulos e descrição, as mesmas que você selecionou na etapa anterior.

Por fim, você deverá preencher os dados referentes ao pagamento e faturamento da sua campanha. Cuidado com as formas de pagamento disponíveis: o “pagamentos manuais” significa o desconto de um pagamento que você já fez, como algo pré-pago. Quando o saldo acabar, você deverá fazer outro pagamento para continuar com o serviço.

Já o “pagamentos automáticos” significa que você só pagará depois que realmente tiver algum custo acumulado. Assim que atingir o limite do faturamento, a cobrança será feita.

Após esse processo, sua campanha já estará pronta. O Google a analisará em até 1 hora e poderá aprová-la ou não. Se você quiser ou for preciso, depois da aprovação você já poderá editá-la e fazer o acompanhamento.

Como melhorar a minha campanha no Google Ads?

Se você investiu tempo e dinheiro no Google Ads, mas ainda não viu os resultados que esperava, pode ser que você precise fazer alguma manutenção na sua campanha para que ela te dê mais retorno.

Uma das coisas que você deve dar atenção para ter bons resultados é a nota que o Google dá à sua campanha. Caso a sua nota ainda não esteja 100%, você pode melhorar alguns pontos. Para isso, o Google tem três indicativos.

O primeiro indicativo diz respeito à experiência do usuário. Ao entrar no seu site, é fundamental que o usuário tenha uma boa experiência, não só para permanecer na página, como para voltar mais vezes.

Sendo assim, é importante que o seu site tenha um design atrativo – sempre respeitando as normas da OAB neste aspecto – e uma boa formatação. A maneira como as informações estão dispostas influencia na boa estética, o que também oferece ao usuário uma boa experiência.

Outros aspetos fundamentais para o seu site é a intuitividade e o desempenho. É importante que as informações como menu e outras opções estejam a fácil acesso, para que os seus visitantes não se sintam perdidos. Além disso, evite fotos muito pesadas, pois isso afeta o desempenho do site, deixando-o mais lento.

O segundo indicador é a responsividade da sua página. Atualmente, as pessoas utilizam muito mais o celular do que o computador para fazer pesquisas. Porém, isso não significa que o acesso pelo computador não existe.

Sabendo disso, o seu site deve se adaptar tanto às telas de celulares, quanto às telas de computadores. Isso evita que o seu visitante tenha uma má experiência com uma página que está mal formatada.

O terceiro indicador é a taxa de permanência no seu site, que é influenciado diretamente pelos dois primeiros indicadores.

O ideal é que o visitante do seu site permaneça o maior tempo possível nele. Caso ele acesse a página e saia rapidamente, pode ter algo de errado nela.

Sites que demoram muito para carregar costumam afastar os seus visitantes – se o tempo é longo, a desistência vem. Da mesma forma, se o site não for responsivo, a experiência se torna ruim, o que também causa a desistência.

Por que investir no Google Ads para advogados?

No marketing para advogados, a utilização do Google Ads é importante para realmente chamar a atenção do futuro cliente que está fazendo uma pesquisa no buscador.

Uma vez que a propaganda para os profissionais jurídicos é bem limitada, investir no Google Ads é uma excelente forma de colocar o seu site entre as primeiras posições e dar a ele mais visibilidade.

Sem o auxílio da plataforma, você ainda pode chegar à primeira página do Google e se tornar uma autoridade digital com os artigos publicados no seu blog. Com um conteúdo relevante e identificado como “Bom” pelo Google, seu site consegue ficar bem posicionado e ter um bom rankeamento.

No entanto, isso normalmente leva tempo. Se você precisa de resultados mais rápidos, uma das saídas é usar o Google Ads.

Além disso, vale a pena lembrar que essa plataforma é uma ótima ferramenta para atrair o público que já precisa e está pensando na contratação. Portanto, ela te aproxima de clientes em potencial que já estão muito mais perto da decisão de compra do que aqueles que ainda estão identificando um problema.

Como fazer um site de advogado de forma fácil e rápida?

Para utilizar o Google Ads para advogados como ferramenta poderosa, é fundamental que você tenha um site, no qual seus futuros clientes terão mais informações sobre o seu escritório, os serviços prestados e meios de contato.

A criação de um site pode envolver muito trabalho ou muito dinheiro. Sabendo disso, a Justamente permite que você crie seu site de advogado em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar por isso.

A Justamente é uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados. Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, permitindo que você tenha uma página séria e profissional em pouco tempo, agregando ainda mais credibilidade para o seu escritório.

Além disso, os sites também são responsivos, possuem ótima usabilidade e estão de acordo com as normas da OAB com relação às cores utilizadas nos temas oferecidos.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento.

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, e utilizá-lo no Google Ads, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco! Ligue para (11) 96190-0210 ou escreva para [email protected]

Veja também!