Menu
Justamente
Entrar Criar site

Como conseguir afiliados por meio do marketing jurídico?

Equipe Justamente 03/05/22

Os escritórios de advocacia costumam trabalhar com a colaboração de sócios. Nesse sentido, os profissionais precisam investir em estratégias para conseguir afiliados, e o marketing jurídico pode ajudar.

A princípio, as ações de publicidade para advogados e escritórios visam a captação de clientes. Mas, elas também podem favorecer o crescimento de novas parcerias para o negócio.

Para conseguir ampliar o número de filiados do escritório, os advogados podem utilizar o próprio site jurídico, as redes sociais e participar de eventos. Veja abaixo como ampliar a equipe do escritório com o marketing jurídico.

4 formas de conseguir afiliados com o marketing jurídico

Os afiliados contribuem para o crescimento do escritório, porque a chegada de novos advogados podem diversificar as áreas de atuação atendidas no negócio.

Além disso, os sócios também podem estabelecer novas relações para o escritório e ampliar a credibilidade do negócio nas áreas atendidas.

Os escritórios nem sempre vão começar com um número grande de afiliados. Mas o investimento em relações e nas estratégias de marketing jurídico contribuem para o crescimento de parcerias.

Veja abaixo como ampliar o número de afiliados no escritório de advocacia.

1. Invista no marketing de conteúdo jurídico

A produção de conteúdo jurídico tende a aproximar os serviços presentes no escritório do público, mas também pode favorecer o relacionamento com colegas da área.

Os profissionais devem desenvolver conteúdos que busquem auxiliar colegas da advocacia. Então, vale a pena incluir textos que orientem outros advogados sobre determinadas áreas de atuação.

Espera-se que o advogado busque as palavras-chave que tenham bons volumes de busca e elabore pautas voltadas à área jurídica. Nessa etapa, vale considerar as demais técnicas de SEO.

Caso os advogados queiram saber mais sobre uma determinada área, a pesquisa no Google pode aproximar os interessados e facilitar a realização do contato.

Durante a produção de artigos, procure escrever textos com boas descrições técnicas e exemplificações, onde os advogados consigam entender o assunto de forma completa.

Além disso, espera-se que os advogados mantenham os telefones e formas de contato atualizados no site. Assim, os interessados conseguem entrar em contato para fechar possíveis parcerias e se tornarem afiliados.

2. Participe de eventos relacionados à advocacia

Uma forma de buscar afiliados para o escritório de advocacia é a participação em eventos da área. Nesses locais, é possível encontrar colegas e manter relacionamentos para fechar possíveis parcerias.

Geralmente, os seminários, simpósios e palestras são realizados por órgãos reguladores e instituições de ensino. De acordo com o encontro, os advogados podem trabalhar com palestras e abordar temas que tenham conhecimento.

Nos eventos de advocacia, os profissionais e os escritórios podem levar cartões de visita para manter o relacionamento com colegas da área. Mas é importante ficar atento com relação às regras para distribuir o material.

Por fim, mantenha o relacionamento com os profissionais dos eventos em outros locais, como nas redes sociais. Desse modo, as interações também podem gerar afiliados para escritórios.

3. Esteja presente nas redes sociais

A publicação de conteúdos nas mídias sociais também é um caminho para conseguir afiliados e ampliar o escritório. Para isso, é necessário publicar com regularidade nas redes escolhidas.

Com a publicação de conteúdos úteis, é possível atrair a atenção de colegas e possíveis clientes nos sites. Entretanto, para que isso ocorra, é necessário atentar-se a alguns pontos.

A criação de posts nas redes sociais deve ser feita de acordo com as áreas de atuação. Desse modo, o profissional precisa elaborar conteúdos a partir dos seus conhecimentos, mas também com pesquisas sobre o tema.

Caso não tenha conhecimentos amplos sobre o assunto, busque apresentar materiais de referência.

Outro cuidado fundamental na criação dos conteúdos é considerar que o marketing jurídico deve ser apenas informativo e educativo. Ou seja, não é possível oferecer os serviços de forma explícita.

Além disso, espera-se que os conteúdos, como ilustrações e vídeos, respeitem a sobriedade e discrição presentes na advocacia. Dessa forma, evitam-se possíveis penalidades por parte da OAB.

LinkedIn no marketing jurídico: por que utilizá-lo para conseguir afiliados?

O LinkedIn é uma rede social voltada para a área profissional. Logo, é possível publicar artigos e outros conteúdos relacionados ao trabalho que gerem interação e engajamento com colegas.

Para os advogados, o LinkedIn é um espaço bastante útil para interagir com futuros afiliados. As interações com as publicações podem facilitar conexões que, posteriormente, podem se tornar parcerias de trabalho.

Mesmo que ainda não tenha escritório, crie um perfil na rede social e invista na criação de publicações regulares. Se preferir, apenas mantenha o perfil atualizado com suas formações e crie conexões com colegas da área. Saiba mais!

4. Localize profissionais com objetivos próximos

Os advogados podem buscar afiliados por meio dos mecanismos de busca. De acordo com o perfil que deseja adicionar para o escritório, os profissionais podem encontrá-lo em pesquisas, tanto no Google como nas redes sociais.

Hoje, uma boa parte dos profissionais estão presentes na internet, o que representa uma certa facilidade para encontrá-los. Nesse sentido, vale a pena buscá-los e criar um relacionamento.

Na prática, os advogados podem buscar as informações de contato presentes na página e formalizar um contato para fazer parcerias. Num primeiro momento, entre em contato e, se houver interesse, prossiga com a conversa.

Mesmo que o advogado não se torne um afiliado, ele pode participar da elaboração de artigos, lives nas redes sociais e outras modalidades de conteúdo. Esses tipos de parcerias também podem ser úteis para ampliar a credibilidade do escritório.

Quais cuidados considerar para escolher afiliados na advocacia?

Em primeiro lugar, os advogados precisam conhecer os profissionais que desejam ter como afiliados ou sócios. Este hábito evita conflitos e falhas na comunicação que afetem a realização do trabalho.

Além disso, os escritórios precisam explicar, com transparência, quais serão os objetivos da afiliação. Para isso, documente o acordo entre as partes e guarde o contrato para consultas futuras.

Outro cuidado fundamental está nos valores pessoais e profissionais do afiliado. Eles devem respeitar os padrões éticos da advocacia, além de que o profissional precisa manter uma postura íntegra.

Dependendo da afiliação, os advogados que entram como sócios precisam ter conhecimentos com relação ao gerenciamento do escritório. Assim, no futuro, será possível dividir as tarefas relacionadas à administração do negócio.

Por fim, cabe aos advogados buscarem entender quais são os objetivos do advogado afiliado e observar como será possível alinhá-los ao escritório. Desse modo, a parceria poderá ser duradoura.

Crie um site jurídico e amplie sua presença na internet!

Assim como você pode buscar parcerias no marketing jurídico, existem outros colegas que podem entrar em contato para buscar afiliados.

Nesse sentido, estar presente na internet é uma forma de ser localizado, por clientes ou possíveis afiliados. Por isso, é necessário ter um site que apresente os serviços oferecidos pelo escritório.

Na Justamente, os advogados conseguem criar um site responsivo em até 5 minutos. É a melhor escolha para iniciar sua presença online e apresentar os seus serviços para um público maior.

Para começar, faça um cadastro com e-mail e senha. Depois, preencha os campos com os serviços e áreas de atuação do escritório. Por fim, escolha um tema, as cores e fontes. Conheça o passo a passo.

No site criado com a Justamente, os advogados contam com recursos para que os clientes e colegas entrem em contato, por telefone ou WhatsApp. Aproveite!

Em caso de dúvidas sobre os serviços da Justamente, entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!