Menu
Justamente
Entrar Criar site

Algoritmos das redes sociais: qual o impacto no marketing jurídico?

Equipe Justamente 12/04/22

Já navegou pelas mídias sociais e teve a impressão de que elas conhecem os seus interesses? Isto pode parecer um truque de mágica e, certas vezes, estranho. Mas saiba que este fenômeno ocorre por causa dos algoritmos das próprias redes sociais.

As regras implementadas pelos sites permitem que o usuário receba conteúdos personalizados. Assim, ele permanecerá mais tempo na rede social, interagindo com as postagens.

Mas como funcionam os algoritmos presentes nos sites? Eles têm influência no marketing jurídico? Conheça mais sobre os mecanismos e saiba como otimizar os conteúdos para trabalhar com os algoritmos.

O que são os algoritmos das redes sociais? Eles são importantes?

O algoritmo por si só consiste em uma sequência de regras e operações. De acordo com as instruções, chega-se a um resultado, que pode contornar problemas ou realizar tarefas. A sequência utilizada pode ser simples ou complexa, vai depender do objetivo estabelecido pelos programadores.

Na prática, os algoritmos estão presentes em smartphones e computadores. Desse modo, quando indicamos um comando, o equipamento realiza a ação. Ou seja, houve a execução de um algoritmo no aparelho que gerou o resultado.

Os algoritmos das redes sociais funcionam da mesma forma. Entretanto, eles possuem um objetivo diferente: tornar o ambiente do site personalizado para os usuários.

Basicamente, o algoritmo observa os possíveis assuntos que são relevantes para o responsável da conta e deixam eles em evidência. Dessa forma, os usuários acabam interagindo com os conteúdos e permanecem mais tempo no perfil.

As redes sociais coletam informações relacionadas aos conteúdos que o usuário costuma interagir com frequência e coloca-os em evidência. Além disso, os sites também utilizam os algoritmos para personalizar os anúncios presentes no site.

Sendo assim, a atuação dos algoritmos nas mídias sociais é um caminho para gerar conteúdos personalizados. Com isso, quem estiver usando os sites acaba tendo uma experiência aprimorada.

Como funcionam os algoritmos nas redes sociais?

Esta é uma pergunta sem resposta definida e cercada de outras dúvidas. Em primeiro lugar, os algoritmos das redes sociais são diferentes em cada uma delas. Sendo assim, os comandos do Instagram não são iguais aos do LinkedIn.

Além disso, a sequência de regras presente nas redes sociais para personalizar os conteúdos é alterada com frequência. Não há uma fórmula fixa que ajude a produzir conteúdos com resultados exatos.

Em linhas gerais, as redes sociais procuram observar quais conteúdos tiveram números maiores de interações e são interessantes para os usuários. Assim, eles ficam em evidência na linha do tempo.

Já pesquisou um determinado produto e, alguns instantes depois, surgiram anúncios relacionados ao item? Trata-se de uma estratégia de remarketing, que também é executada pelos algoritmos.

Este fenômeno pode gerar certa apreensão, mas ocorre devido a configurações de navegadores na web e da própria rede social. Ambos acabam mapeando estímulos de pesquisa e indicando conteúdos que possam ser úteis.

Os algoritmos também avaliam as curtidas e interações realizadas. Assim, eles aproximam conteúdos similares aos que receberam interações do próprio usuário para que ele permaneça na rede social.

Algoritmos das redes sociais afetam o marketing jurídico?

A princípio, não há regras no marketing jurídico que estejam ligadas ao funcionamento de algoritmos das redes sociais. O uso dos sites para publicação de conteúdos é liberado, incluindo o impulsionamento de publicações.

Entretanto, os posts precisam respeitar os critérios de sobriedade e discrição da advocacia. Além disso, os conteúdos e propagandas devem ser apenas informativos e educativos. Confira as regras completas no Provimento 205/2021.

Considerando o funcionamento dos algoritmos, os conteúdos produzidos por advogados e escritórios ficarão próximos de interessados no assunto. Por isso, vale a pena desenvolver conteúdos de maneira regular, que facilitem esta visibilidade.

Para ajudar na produção de conteúdos que cheguem até o público ideal, a criação da persona do escritório é essencial. A partir dela, é possível estabelecer uma comunicação correta e direcionada, além de ficar mais próximo ao grupo que acompanha os conteúdos.

Nas legendas de cada publicação, os advogados devem adicionar hashtags (#) para categorizar os assuntos e ter maior visibilidade nas redes sociais. Dessa forma, considere o assunto abordado para escolher os termos.

Por que as redes sociais trabalham com algoritmos?

Até alguns anos atrás, a atualização da linha do tempo das redes sociais organizava as publicações apenas em ordem cronológica. Ou seja, elas apareciam conforme o horário que eram publicadas, das mais recentes para as antigas.

No entanto, os sites acabaram percebendo que os usuários ficavam dispersos com a organização. Então, a alternativa seria organizar as publicações, destacando as preferências em primeiro plano.

A implementação dos algoritmos é feita para que o usuário permaneça e interaja com os conteúdos por períodos maiores.

Os anúncios mostrados na linha do tempo também acabam sendo influenciados pelos algoritmos. Quem segue perfis de advocacia, por exemplo, tende a receber anúncios relacionados ao marketing jurídico.

Contudo, algumas redes sociais, como o Facebook, permitem que o usuário organize a linha do tempo de forma cronológica. Desse modo, ele receberá os conteúdos conforme o horário que as publicações são feitas.

Como produzir conteúdo nas redes sociais para atingir os algoritmos?

Os algoritmos usados pelas redes sociais são cercados de segredos. Ou seja, não é possível entendê-los de forma completa e produzir conteúdos que atendam as sequências de regras.

Nesse sentido, não há um guia completo sobre a criação de conteúdos que consiga corresponder aos algoritmos. Cabe aos advogados seguirem os preceitos básicos para produzir conteúdos de qualidade.

Em primeiro lugar, os profissionais que desejam trabalhar com marketing jurídico precisam elaborar um calendário editorial e organizar as publicações. Dessa forma, é possível manter a publicação regular de conteúdos.

Outra forma de destacar o trabalho jurídico nas redes sociais está no desenvolvimento de conteúdos criativos. Por isso, os advogados precisam buscar maneiras de trazer conteúdos ricos para os seguidores. Confira nesta matéria.

Mesmo que o funcionamento dos algoritmos não seja claro, a produção de conteúdo para as redes sociais é essencial nas ações de marketing jurídico.

Crie um site jurídico para destacar seus serviços jurídicos!

Para ter destaque na internet, a produção de conteúdo para as redes sociais é fundamental. Mas, a criação de um site também deve fazer parte dos seus planos.

A página permite apresentar os serviços jurídicos, áreas de atuação e informações de contato. Desse modo, o escritório pode atingir um público maior e conseguir mais clientes.

Com a Justamente, os advogados conseguem criar um site em até 5 minutos para ampliar sua visibilidade na internet. Sem precisar de programadores e designers, você garante uma página personalizada.

O primeiro passo é fazer o cadastro com e-mail e senha. Em seguida, basta cadastrar informações sobre o escritório, como áreas de atuação e serviços oferecidos. Por último, escolha o tema do site jurídico. Veja o processo completo.

Em caso de dúvidas sobre a criação de sites com a Justamente, entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!