Menu
Justamente
Entrar Criar site

Advogados podem usar o Telegram no marketing jurídico? Entenda!

Equipe Justamente 17/05/22

Os aplicativos de mensagens instantâneas, como o Telegram, têm sido cada vez mais utilizados no marketing de empresas, e também podem integrar o marketing jurídico.

Isso acontece porque o compartilhamento de conteúdos pode se dar por diferentes meios, como pelas redes sociais, por blogs em sites profissionais e, também, pelos aplicativos de mensagens.

Um benefício da utilização desse meio para oferecer conteúdos é a facilidade no compartilhamento. Um consumidor que recebe um conteúdo em forma de mensagem no Telegram, por exemplo, tem uma tendência muito maior a repassá-lo para outras pessoas do que um usuário que encontrou o conteúdo na internet.

Saiba mais se os advogados realmente podem utilizar o Telegram em suas estratégias de marketing jurídico, e entenda como funciona o aplicativo e quais vantagens ele pode trazer para o seu escritório.

Como funciona o Telegram?

O Telegram é um aplicativo de mensagens instantâneas que pode ser usado tanto para conversas pessoais, quanto entre clientes e empresas. As mensagens trocadas ficam na nuvem, sendo possível acessá-las de qualquer dispositivo que permita o acesso ao aplicativo.

Os usuários podem compartilhar mensagens de texto, vídeos, imagens, áudios e arquivos de até 2 GB, e ainda criar grupos com até 200 mil participantes.

Além dos grupos, também é possível criar canais, que se assemelham aos grupos, mas que podem atingir um número ilimitado de pessoas. Assim, tanto os grupos como os canais podem ser públicos ou privados.

Para entrar em um grupo ou canal público, basta procurá-lo no campo de busca do aplicativo. Já para entrar em um grupo ou canal privado, é preciso ter o link de convite ou ser adicionado pelo criador.

Advogados podem utilizar o Telegram no marketing jurídico?

Sim, o advogado não encontra problema algum em utilizar o Telegram no seu marketing jurídico. Porém, é necessário se atentar a algumas ressalvas.

Os documentos que falam sobre as regras do marketing jurídico são o Código de Ética e Disciplina (CED) da Ordem dos Advogados do Brasil – em artigos específicos – e o Provimento 205/2021, que dispõe exclusivamente sobre essa questão.

Primeiramente, vale saber que o Anexo Único do Provimento 205/2021 permite o uso de redes sociais e, mais especificamente, o uso de grupos de “WhatsApp”. Embora seja outro aplicativo, sua função é semelhante, o que torna a utilização do Telegram também permitida.

Em contrapartida, há uma série de regras que devem ser consideradas antes e durante o uso do aplicativo.

Tanto o CED quanto o provimento afirmam que a publicidade jurídica deve ser meramente informativa e primar pela discrição e sobriedade, sem configurar captação de clientela ou a mercantilização da profissão.

Portanto, todo e qualquer conteúdo divulgado e compartilhado pelo Telegram deve seguir essa linha.

Além disso, o advogado não pode utilizar aplicativos – seja o Telegram ou qualquer outro – “de forma indiscriminada para responder automaticamente consultas jurídicas a não clientes”. Segundo o provimento, essa ação mercantiliza a advocacia, o que é proibido pela entidade máxima.

Outras medidas proibidas são:

Dessa forma, o advogado pode, sim, usar o Telegram em suas estratégias de marketing jurídico, desde que respeite todas as normas estabelecidas pela OAB.

Como usar o Telegram no marketing jurídico?

Assim como o e-mail marketing, você pode utilizar o Telegram para enviar conteúdos exclusivos aos interessados.

Por meio dos grupos e canais, você pode disponibilizar materiais totalmente personalizados apenas para o público participante, permitindo uma maior conexão entre o seu escritório e os clientes e potenciais clientes.

Nesses meios de comunicação, você pode permitir a interação dos participantes entre si e com você, ou deixar que apenas os administradores mandem mensagens. Neste caso, apenas você e/ou um de seus sócios ou colaboradores poderá enviar os conteúdos.

Além disso, é possível enviar tanto conteúdos exclusivos quanto materiais que você já disponibilizou em outras mídias, como nas redes sociais ou no seu blog.

Como criar um grupo ou canal no Telegram?

Para criar um grupo ou canal no Telegram, é preciso ter uma conta no aplicativo – disponível para Android e iOS. Clique em “Novo chat” e em “Novo Grupo” ou “Novo Canal”, conforme a sua preferência.

Em seguida, dê um nome ao grupo ou canal e, também, uma descrição. Defina se o chat será público ou privado e confirme. Assim, você já poderá adicionar pessoas e disponibilizar um link para que os interessados entrem e recebam seus conteúdos.

Vantagens do Telegram para o marketing de advogados

Uma das grandes vantagens de usar o Telegram no marketing jurídico é que você pode oferecer um conteúdo exclusivo e específico para quem já tem interesse nos seus serviços.

Diferente dos conteúdos mais gerais disponíveis nas suas redes sociais e blog, os materiais divulgados pelo Telegram atingem um público mais específico, que já está mais perto de te contratar, ou que já faz parte da sua cartela de clientes.

Dessa forma, você constrói um relacionamento com o seu público, o mantém atualizado e se torna disponível para uma contratação a partir de uma necessidade.

Se você for um advogado trabalhista que atende empresas, por exemplo, você pode oferecer conteúdos totalmente voltados para este público específico, com dicas para aplicar na rotina dos colaboradores, a fim de ter uma relação melhor entre colaborador e empresa e evitar processos trabalhistas.

Conecte o Telegram ao seu site jurídico!

Uma das maneiras de divulgar o seu grupo ou canal do Telegram é disponibilizando o link do chat no seu site jurídico. Assim como você pode divulgar suas redes sociais para que seus visitantes te acompanhem por essas mídias, é possível deixar o link de convite em um local acessível na sua página online.

Além disso, você também pode fazer o contrário e divulgar o seu site profissional utilizando o seu grupo ou canal no Telegram.

Ter um site profissional é uma das etapas mais importantes do marketing jurídico, uma vez que a página te ajuda a construir sua presença online e permite que você seja encontrado na web a partir de determinadas buscas.

É no site do seu escritório que as pessoas podem encontrar as informações mais importantes sobre ele, como áreas de atuação, serviços prestados, meios de contato e, ainda, conteúdos informativos e relevantes. Desse modo, sua autoridade aumenta progressivamente, assim como a sua credibilidade e a confiança dos seus visitantes em você.

Desenvolver um site para estabelecer uma presença online e se tornar referência na sua área a partir de conteúdos informativos não é uma tarefa muito simples, uma vez que pode exigir muito tempo, trabalho ou dinheiro.

Sabendo disso, a Justamente permite que você crie o seu site jurídico em menos de 5 minutos e, o melhor, sem pagar nada por isso. Somos uma plataforma gratuita de criação de sites, pensada por advogados e para advogados.

Os sites oferecidos são feitos por programadores, web designers e desenvolvedores, garantindo total profissionalismo à página criada.

Para fazer o seu, faça um cadastro com um e-mail e senha e responda algumas perguntas sobre o seu escritório, como áreas de atuação e serviços prestados. Para finalizar, escolha o tema com cor e fonte, que podem ser alterados a qualquer momento. Veja um passo a passo detalhado deste processo nesta matéria!

Feito isso, seu site estará pronto e você já poderá divulgá-lo para seus clientes, amigos e familiares, além de colocá-lo na sua assinatura de e-mail, cartão de visitas e outros materiais.

Ainda tem dúvidas sobre como podemos te ajudar na criação do seu site jurídico? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 95647-8227, ou escreva para [email protected]

Veja também!